fbpx

As notícias sobre criar uma loja virtual no Brasil são as melhores possíveis. De acordo com a ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), o setor deve faturar mais de R$50 bilhões ainda este ano. Por isso, este é um bom momento para criar uma loja virtual.

 

Você está pensando em criar uma loja virtual? Não sabe como começar ou não tem a menor ideia de quais são as primeiras providências que precisará tomar para vê-la funcionando?  

 

Fique tranquilo! Saiba que com trabalho, dedicação e profissionalismo será possível criar uma loja virtual de qualidade, que agrade seu público alvo e lhe renda resultados financeiros interessantes!

 

Criar uma loja virtual nunca é algo simples e isso não é diferente na internet. As primeiras vendas em sua loja virtual são decisivas para o e-commerce entrar no ritmo, definir sua estratégia de marketing e consertar pequenos detalhes que só surgem quando tudo já está em funcionamento.

 

Quer saber como iniciar seu e-commerce? No post de hoje separamos uma lista com 11 passos para criar uma loja virtual para você conquistar os seus primeiros clientes. Confira!

Decida o que você vai vender

O crescimento em ritmo acelerado do e-commerce no Brasil mostra que é um excelente negócio vender online. Se você está considerando criar uma loja virtual, seu primeiro questionamento provavelmente será sobre o quê, exatamente, você deve comercializar. 

 

Obviamente, para criar uma loja virtual é necessário, em primeiro lugar, saber o que ela vai oferecer. Não adianta ingressar nesse ramo como se tudo fosse uma aventura, apenas com base nas positivas estatísticas econômicas de crescimento do e-commerce nos últimos anos.

 

Então, primeiro, defina se vai vender serviços ou produtos. Atente-se para todas as implicações que cada uma dessas áreas possui e certifique-se de que terá estrutura adequada para atender seus clientes com qualidade e fazer as entregas dentro do prazo.

 

Depois, é importante garantir a segmentação do negócio. Defina exatamente o que, ao criar uma loja virtual, você vai vender e qual público pretende atingir. 

 

Uma vez definida a sua área de atuação, você deve começar a estudar qual será a aceitação do público para os itens. De nada adianta criar uma loja virtual que possui um largo catálogo de mercadorias que ninguém tem interesse! Para isto,estude o seu público alvo. Entenda quais são os seus interesses e necessidades e foque nos itens relacionados a isto.

 

Se o produto que sua loja virtual vende é de má qualidade, certamente isto tem implicações negativas para o fabricante, mas a impressão ruim também afeta a reputação da sua loja. Afinal, foi uma decisão sua vender aquele produto.

 

Existem diversos fatores que ajudam a determinar uma boa experiência de compra, e é por isso que neste post, apresentamos 14 dicas essenciais para você utilizar em seu e-commerce!

 

Sempre se pergunte se você compraria aquilo ou daria de presente para alguém sem problemas. Se não, é melhor procurar o produto em outro fornecedor.

Escolha os fornecedores

Agora que você já decidiu criar uma loja virtual e exatamente o que irá vender, é hora de escolher os seus fornecedores. Como dito no passo anterior, qualidade de produtos é essencial para o sucesso de um e-commerce. Então a escolha dos fornecedores deve ser feita com muito critério.

 

 É importante ter o máximo de opções para comparar antes de fazer uma escolha. O ideal é que você levante referências sobre todas as empresas com que pretende fechar negócios. Garanta que, ao criar uma loja virtual, você vai trabalhar com firmas de histórico confiável, que possuam boas indicações sobre entrega correta de mercadorias e cumprimento de prazos. 

 

Com levantamento constante de orçamentos, será possível realizar compras de itens com qualidade semelhante por valores mais acessíveis. Isso vai baratear o preço dos seus produtos, lhe deixar mais competitivo e elevar sua margem de lucro!

 

Organize um cadastro completo dos seus fornecedores, com a relação de produtos que eles comercializam, informações sobre formas de pagamento que aceitam e telefones para contato. Esse material será bastante útil para seu negócio!

 

A escolha do fornecedor é importante para que seu negócio consiga manter a competitividade, tanto em seus preços como prazos. Um fornecedor não deve ser apenas um prestador de serviço para a sua empresa. Deve ser um parceiro, que mantenha boas relações e tenha interesse em ver sua loja online crescer. Afinal, seu lucro é dele também.

Registre um domínio

Para criar uma loja virtual, o registro do domínio também é algo muito importante. É nesse momento que você vai criar o endereço do seu site na Internet. 

 

O domínio da sua loja online é o endereço dela, e para realizar compras o consumidor precisará acessá-la da forma mais simples possível.

 

Realizar esse processo é relativamente fácil: basta acessar o Registro.br (órgão responsável pelo registro de domínios para Internet no Brasil) e escolher um nome que ainda não esteja registrado. 

 

Se registrar o domínio é simples e barato, escolher o nome ideal já é algo bem mais complicado! Crie uma marca totalmente nova e autêntica, escolha palavras simples, de boa memorização, e fixe uma grafia fácil para que o internauta tenha facilidade em digitar.

 

Também é importante que o nome da sua loja virtual tenha relação direta com o produto que ela vai vender. Essa medida ajuda o consumidor a identificar rapidamente que tipo de serviço seu negócio oferece!

 

As estratégias e ações digitais que você desenvolve têm o objetivo de gerar tráfego para o seu site estimulando as vendas. 

 

O melhor domínio para a sua loja virtual é o nome dela. Caso isto não seja possível ou não seja a melhor estratégia para o seu negócio, você deve pensar neste endereço como um a identidade digital da sua marca.

Escolha uma plataforma confiável

Nos tópicos anteriores, você já escolheu o que vai vender, definiu seus fornecedores e até escolheu e registrou seu domínio. Agora, daremos dicas para escolher a plataforma para criar uma loja virtual. Acompanhe!

 

Uma vez criado o domínio, você terá de contratar um serviço confiável de hospedagem do site e uma plataforma segura para gerenciar e criar uma loja virtual. Em ambos os casos, fuja da tentação dos serviços grátis. Escolha sempre o profissionalismo!

 

Faça uma pesquisa no mercado e perceberá que há vários serviços de hospedagem com custos bastante acessíveis para criar uma loja virtual. Atente-se para o fato de que contratando uma empresa confiável você terá mais segurança para trabalhar, sem correr riscos de que o negócio saia do ar da noite para o dia.

 

Hoje em dia, felizmente existem empresas que oferecem toda esta infraestrutura pronta para criar uma loja virtual: são as plataformas de e-commerce

 

Uma boa plataforma funciona nos “bastidores” da operação, invisível aos olhos do cliente. Mas não se engane sobre a sua importância. É a plataforma de e-commerce que desempenha funções como: cadastro de clientes; registro de produtos, suas descrições e fotos; gerenciamento dos preços dos produtos; carrinho de compras e emissão de boletos e cobranças.

 

Livre da preocupação em desenvolver e manter estas funções, que são cruciais para criar uma loja virtual, o empreendedor pode focar seus esforços nas suas estratégias de divulgação e venda!

 

Você deve procurar algum que possua todas as funcionalidades necessárias ao bom funcionamento da sua loja. Embora as necessidades variem em cada caso, algumas linhas gerais devem ser observadas. 

 

Verifique se a plataforma que você quer contratar para criar uma loja virtual oferece:

 

 

 

Uma boa plataforma é importante para dar robustez e apoiar o crescimento do seu negócio. Com estes cuidados, você poderá criar uma loja virtual com o pé-direito, começar a vender rapidamente e com um investimento baixo.

 

Está na hora de dar o primeiro passo e finalmente criar sua loja virtual!

Crie a identidade visual do seu site e da sua marca

Ao contratar uma plataforma para gerenciar e criar uma loja virtual, você também deve se assegurar de que o sistema permita a total personalização do site, desde o painel de controle até o visual das páginas a que o consumidor terá acesso.

 

Para garantir que o seu e-commerce terá uma identidade visual autêntica e que todo o trabalho terá boa qualidade, pode ser uma boa idéia contratar um designer. O designer terá a missão de criar uma loja virtual dentro do padrão da proposta visual da empresa.

 

E lembre-se: para alcançar melhores resultados de vendas, é importante criar uma loja virtual com um ambiente atraente e confortável para o consumidor. Também há muitas questões técnicas a serem observadas na montagem visual de um e-commerce.

 

Por isso, para criar uma loja virtual, antes de escolher cores, fotos e formas, desenhe toda a funcionalidade do site. Se coloque no lugar do seu consumidor. Imagine o que ele terá que fazer para localizar um produto, ler uma descrição, ampliar uma foto e, principalmente, finalizar a compra! Estas questões são relacionadas à usabilidade da sua loja e a experiência do cliente.

 

Quer saber dicas de como escolher o melhor template para e-commerce? Então, clique aqui!

Defina suas formas de frete e envio de mercadorias

Você já sabe o que vender e já escolheu seus fornecedores. Sua plataforma de e-commerce já tem uma identidade visual integrada com sua marca. 

 

O domínio do site está registrado e sua empresa já contratou uma boa plataforma de e-commerce e serviço de hospedagem. Sua loja virtual está quase pronta para ser lançada! 

 

Entretanto existem outras questões importantes a serem resolvidas antes. Dentre elas destaca-se a logística para o frete, envio e entrega dos produtos.

 

O empresário precisa definir bem quais formas de frete e de envio de mercadorias utilizará. Entenda que uma taxa de frete muito alta pode facilmente levar o consumidor a desistir de uma compra

 

Além disso, o serviço precisa funcionar bem, já que atrasos de entrega vão gerar reclamações e depoimentos negativos para a empresa.

 

A primeira coisa que se deve ter em mente, ao criar uma loja virtual, em termos das formas de envio e frete de mercadorias é que este passo representa o momento em que o cliente vai de fato completar a compra feita na sua loja virtual. Por isso, é muito importante que o consumidor continue tendo uma boa experiência até o momento da entrega.

 

O importante nesse caso é sempre avaliar com cuidado todas as opções para conseguir reduzir ao máximo os custos no momento de criar uma loja virtual, sem abrir mão de um serviço de qualidade. Dependendo do seu ramo, é possível verificar o preço cobrado pelos Correios e utilizar o serviço para envio de mercadorias. 

 

Mas a partir do crescimento da empresa, o ideal é firmar uma parceria com uma transportadora que garanta entregas sem atrasos e também descontos pelo volume de pacotes.

 

O segredo para criar uma loja virtual de sucesso é pesquisar todas as possibilidade e verificar o impacto delas nos negócios!

 

Seja impecável com a forma de embalagem dos produtos. Sobretudo não prometa prazos que não pode cumprir.

 

É interessante avaliar formas alternativas de entrega para oferecer ainda mais opções aos clientes. Ao criar uma loja virtual que está integrada a um estabelecimento comercial físico vale a pena possibilitar ao cliente a retirada do produto pessoalmente.

 

Saiba mais sobre o tema e conheça algumas sugestões de como desenvolver uma política de trocas eficiente.

Escolha um mecanismo de pagamento

Oferecer diversas formas de pagamento pode ser um diferencial de sua loja virtual. Os clientes gostam de ter várias opções como cartão, débito em conta, boletos bancários, entre outras possibilidades. 

 

Quanto mais alternativas você oferecer, maiores serão as chances de que o cliente irá de fato efetuar a compra.

 

Os mecanismos de pagamento para e-commerce funcionam em operações diretas com os bancos e operadoras de cartão de crédito, ou de forma terceirizada, quando a loja contrata uma integradora de meios de pagamento. 

 

Você pode trabalhar com empresas de intermediação de pagamento via Internet ou diretamente com as administradoras dos cartões de crédito ao decidir criar uma loja virtual. 

 

Apenas lembre-se de que deve escolher marcas e bandeiras conhecidas no mercado, que garantam a segurança dos dados fornecidos pelos clientes.

 

Dentro desse quesito, também é aconselhável que você verifique se a plataforma oferece o serviço de checkout transparente. Ele permite ao consumidor realizar o pagamento de forma rápida e prática, sem a necessidade de abertura de pop-ups ou de migração para outras páginas na hora de concluir a compra

 

Essa é uma enorme vantagem para o seu negócio, que garantirá baixos índices de abandono de carrinhos.

 

Também é preciso que estes mecanismos de pagamento sejam seguros tanto para seu negócio como para o cliente.

 

Confira a seguir os principais mecanismos de pagamento para criar uma loja virtual e seus prós e contras para escolher a melhor opção para seu negócio.

Boleto Bancário

O Boleto Bancário é uma das formas mais utilizadas para efetuar pagamentos online, pois além das pessoas que não possuem cartão de crédito há também os desconfiados que preferem não colocar os dados bancários na internet. É considerada como uma forma de integração direta de pagamento. O custo para os lojistas é em média de 4% por operação.

Cartão de Crédito

Outra forma de integração direta de pagamento bastante utilizada são os cartões de crédito. O cliente fornece as informações de seu cartão em uma conexão segura estabelecida junto ao sistema da operadora.

 

Certifique-se de oferecer várias bandeiras para atender um público mais amplo! Você pode negociar a porcentagem sobre o valor da compra, que gira em torno de 5%.

Transferência

Na transferência, o cliente entra no site do próprio banco que se encarrega da segurança da operação. O consumidor autoriza a transferência do valor da compra para a conta do lojista e a transação é rapidamente efetuada.

 

Nesta opção a quantia é paga à vista, por isso vale a pena considerar ofertas e descontos para estimular a compra nesta modalidade. O custo para o lojista pode ser de 50 centavos por cada transferência.

Integradora de meios de pagamento

A grande vantagem desse formato é que seu e-commerce não precisa de fazer convênios diretos com os bancos ou operadoras de cartão, uma vez que delega esta função à integradora. Estes serviços também oferecem garantia contra fraudes. A desvantagem de usar estes sistemas é que eles representam um passo adicional para o cliente efetuar a compra.

 

Entre os diversos meios de pagamento disponíveis no mercado atualmente, você sabe definir qual a melhor opção para sua loja virtual? Veja alguns meios de pagamento aqui!

Otimize sua loja para mecanismos de busca

Se você quer criar uma loja virtual, você se atentou às nossas dicas do post e escolheu um domínio com palavras diretamente relacionadas aos produtos que comercializa e ao segmento em que atua, então saiba que já deu o passo mais importante para criar uma loja virtual e no quesito que será analisado aqui. 

 

O SEO tem o poder de atrair cada vez mais visitantes qualificados ao seu site sem precisar investir em mídia. 

 

Estratégias de SEO são estratégias que tem como objetivo aumentar os números de vezes em que sua loja é encontrada em mecanismos de busca, como e principalmente, o Google.

 

Quanto mais usuários verdadeiramente interessados no que você oferece visitando o seu site, maior é a possibilidade de ver as taxas de conversão subirem e as vendas aumentarem, tudo isso graças ao SEO!

 

Por isso, ele é muito importante para criar uma loja virtual. Para otimizar sua loja virtual para mecanismos de busca e fazer ações de SEO, considere investir nos anúncios patrocinados. Eles vão melhorar sensivelmente o posicionamento do seu link e consequentemente os acessos também irão aumentar.

 

O topo da página dos mecanismos de busca, principalmente do Google, é um dos principais objetivos de muitos empreendedores. Simplesmente porque é do conhecimento de todos que a partir desses sites é que muitos usuários descobrem novos serviços, produtos e empresas, se transformando em clientes em potencial.

 

Existem certas técnicas que podem otimizar sua loja virtual para mecanismos de busca de modo eficaz que você deve trabalhar ao criar uma loja virtual. Confira! 

Usar tag em títulos

A tag de título <title> serve para informar tanto aos usuários quanto aos mecanismos de busca qual o tema de uma determinada página. A tag fica dentro da tag <head> do documento de HTML. O recomendado é que cada página tenha um título único no seu site

 

Os buscadores sugerem que o título descreva com clareza e precisão o conteúdo das páginas. Também deve-se evitar utilizar os mesmos títulos para todas as páginas do site, esse tipo de prática prejudica o rankeamento diante dos algoritmos de busca.

Usar meta tag de descrição

A meta tag de descrição da loja virtual dá aos mecanismos de busca um resumo do assunto da página. Por possuir mais espaço para o conteúdo maior do que a tag title, indica-se usar duas ou três frases, até um pequeno parágrafo, para descrever o conteúdo da sua página. 

 

Essa mesma descrição talvez seja usada para aparecer no resultado da busca, porém, é comum que os buscadores utilizem o texto de dentro da página quando a busca do usuário for mais específica.

 

A tag descrição merece a mesma atenção dada ao título, ou seja, também deve ser escrita com precisão e utilizando informações que despertem o interesse do usuário.

Palavras-chave no funil de vendas

O processo de SEO sempre começa com a pesquisa de palavras-chave. Usá-las no site torna seu conteúdo encontrável pelo usuário que faz uma busca no Google

Faça seus perfis nas redes sociais e monte um blog

Criar uma loja virtual é algo que acontece pela Internet certo? Então explore todo o potencial que ela pode lhe oferecer para divulgação da sua marca! 

 

Crie perfis nas mais variadas redes sociais em que seu público alvo se encontra, como o Facebook, o Twitter, o Linkedin, o Instagram e o Youtube

 

Todas elas podem ser utilizadas como instrumentos de marketing para promoção da sua marca, fidelização de clientes, aumento de tráfego e conversão de vendas.

 

Atualmente, a presença digital de um negócio não se dá exclusivamente pelo registro do domínio, resultados nas buscas e anúncios. É preciso estar nos mesmos lugares que seus consumidores. As redes sociais são espaços importantes para estar presente e veicular a marca da sua loja virtual.

 

Vale lembrar, no entanto, que a partir do momento em que os perfis forem criados deverão ser atualizados com frequência. O ideal é que você desenvolva um plano de divulgação para nortear a campanha e que tenha uma equipe responsável para isso.

 

Além de se mostrarem como um importante canal de comunicação com os clientes, as redes sociais possibilitam também interação entre os consumidores, como por exemplo a indicação de sua loja ou produto. Muitas vezes elas são uma forma de marketing praticamente gratuito. 

 

Porém, é preciso tomar algumas precauções, pois os clientes podem também utilizar as redes sociais para reclamar de seu atendimento, do prazo de entrega, ou de qualquer outro fator de insatisfação. Por isso, além de ter um perfil nas redes é preciso também realizar a gestão destas mídias sociais. 

 

Também estude a possibilidade de criação de um blog. Por meio dele será possível fornecer informações úteis aos seus consumidores, com publicação de artigos sobre temas relacionados ao seu ramo de atuação.

 

Esta ferramenta de conteúdo é ideal para veicular informações relevantes sobre produtos ou temas relacionados a seu e-commerce. Além disso, o blog é outra forma de ter contato direto com os clientes, saber sobre suas opiniões e preferências

 

Estas estratégias de marketing digital de conteúdo geram resultados diretos para seu e-commerce. Além de aumentar o número de visitantes, esta exposição se converte em vendas. 

 

Para comprovar esta eficácia, faça o acompanhamento dos relatórios sociais, verifique quais promoções geraram mais visualizações e invista nessas formas de comunicação para garantir o sucesso ao criar uma loja virtual.

 

Quer descobrir como fazer sua loja virtual bombar em vendas no Instagram? Então, confira nossas dicas!

Monte uma estratégia de marketing

Nos tópicos anteriores você já executou algumas tarefas que são relativas ao marketing, como identidade visual, perfis nas redes sociais e SEO. Agora é hora reunir tudo isso em uma estratégia ampla e integrada: o marketing.

 

O sucesso de uma loja virtual, de fato, está cada vez mais dependente de um bom planejamento que vise sua projeção e sua popularidade no mercado.

 

A primeira etapa na criação de uma estratégia de marketing é o estabelecimento de objetivos, que variam de acordo com o seu tipo de negócio e forma de atuação. O importante é que o objetivo seja realista, e atingível a médio prazo pelo menos.

 

Defina uma estratégia para atingir este objetivo, com cada passo e processo necessários para isto e a coloque em prática. Verifique a situação das suas métricas mais importantes e onde elas deveriam estar para que a meta seja cumprida depois de criar uma loja virtual. Leve em consideração:

 

  • Clareza e precisão: as metas devem ser facilmente compreensíveis para todos os membros da equipe envolvidos na estratégia;
  • Avaliabilidade: os objetivos deverão ser avaliáveis, permitindo saber qual é seu nível de cumprimento e também o grau de desenvolvimento das pessoas que estão trabalhando para alcançá-los;
  • Ser quantificáveis: as metas devem poder designar, por exemplo, qual é o volume de vendas a alcançar, a cota de mercado a obter ou o índice de satisfação dos clientes a atingir.

 

Em meio ao processo de montar uma estratégia de marketing e criar uma loja virtual, é essencial que o dono do e-commerce assuma uma atitude constante de controle da situação e reajuste do que já foi realizado. 

 

Faça uma avaliação periódica do quadro geral, verificando suas principais métricas e em quais níveis ideais elas deverão estar para alcançar os objetivos traçados depois criar uma loja virtual.

 

Não se esqueça de checar a evolução das vendas, o desempenho da empresa e, é claro, o cumprimento do seu plano de marketing. Através de uma avaliação cuidadosa e dedica, você conseguirá corrigir e prever falhas em suas ações ao criar uma loja virtual.

 

Você sabe exatamente o que é marketing digital, como ele funciona e quais os seus benefícios para seu e-commerce? Leia nosso post para aprender tudo sobre o assunto

 

Após definir a estratégia completa para criar uma loja virtual, é muito importante fazer uma planilha de custos. Com certo planejamento financeiro, você conseguirá saber exatamente quais serão os gastos com cada uma das ações e comparar com o que espera lucrar.

 

Com certeza ficará muito mais fácil ter controle das finanças e evitar riscos.

 

Gostou do post? Deixe um comentário!

 

Não se esqueça de inscrever em nosso blog. Toda semana temos vários posts com muitas dicas e novidades para fazer o seu negócio ir a mil! Siga a gente em nossas redes sociais  também:  Twitter,  Facebook,  InstagramLinkedIn YouTube.

Powered by Rock Convert


Comentários

Comentários

Giovanna Quaresma
Graduando Letras na UFMG, estagiária no Sucesso do Cliente na iSET e amante de gatos.
Post criado 27

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo