fbpx

Há diferentes opções e perfis de plataformas de e-commerce, mas nem sempre a escolhida se adapta às demandas do negócio. De acordo com a fase que a loja virtual está passando, há sempre um tipo de plataforma que favorece os objetivos de crescimento no médio e longo prazo. A migração pode ser, então, a melhor saída para as lojas virtuais. Mas, afinal, você sabe como migrar uma loja virtual?

 

O processo de migração de plataforma de e-commerce pode ser trabalhoso. No entanto, muitas vezes isso é necessário para ter um e-commerce de sucesso. Uma loja virtual com problemas que afetam a experiência do cliente (como queda no servidor, falhas nos meios de pagamento, entre outros) reduz as suas conversões e prejudica as vendas.

 

Acompanhe os próximos tópicos e saiba quais fatores levar em conta nesse processo:

Quando mudar a plataforma da loja virtual?

Exceto se você já tiver iniciado sua loja em uma plataforma mais complexa, cedo ou tarde, será preciso pensar em uma forma de evoluir, pois a infraestrutura e a tecnologia da atual vão se tornar, crescentemente, incompatíveis. A necessidade de migração depende de como a plataforma atende às demandas do negócio. Mas há fatores importantes a avaliar, como:

 

  • melhorar a experiência do usuário durante a navegação e a compra;
  • tornar o e-commerce responsivo para dispositivos móveis;
  • viabilizar a realização de integrações — como ERP, marketplaces e CRM;
  • customizar o layout e o design da loja virtual;
  • ter um blog para e-commerce na loja virtual;
  • receber melhor atendimento e suporte técnico;
  • buscar uma empresa mais humanizada focada no sucesso dos lojistas;
  • melhorar o posicionamento em ferramentas de busca e estratégias de marketing.

A opção pela migração envolve, portanto, uma série de necessidades naturais a um e-commerce mais maduro. Confira quando você deve mudar de plataforma:

 

Powered by Rock Convert

Instabilidades na plataforma atual

Eis o ponto mais crítico em lojas virtuais. Bugs e instabilidades podem ser frequentes, contudo, alguns deles são facilmente resolvidos. O problema é perceber uma frequência maior nesses inconvenientes, impactando negativamente as vendas.

Atendimento às expectativas de crescimento do negócio

O negócio tem um planejamento eficaz, com perceptível crescimento? Que bom! O próximo passo é avaliar até quando a plataforma atual será capaz de corresponder à escalabilidade da loja virtual. Se for uma plataforma destinada ao início do negócio, em algum momento, será necessário considerar a migração.

Propagandas persuasivas de outras plataformas

Outras plataformas parecem muito melhores e mais completas? Isso é normal, pois é essa a função da propaganda. Mas, se as plataformas anunciantes focaram mais os pontos negativos da concorrente, é hora de repensar a parceira.

 

Você deve fazer um comparativo justo entre suas opções, sem se deixar levar pelas tentativas de convencimento, e analisar os pontos positivos de outras plataformas, para determinar qual delas consegue suprir suas expectativas.

 

Powered by Rock Convert

Quais os riscos de migrar de plataforma?

Ao mesmo tempo em que a migração de plataforma no e-commerce é necessária para promover um crescimento sólido no longo prazo, é também um processo que pode envolver desafios.

 

A migração nem sempre é 100% efetiva contra falhas. Há sempre alguns riscos, entre os quais podemos listar:

 

  • a instabilidade, mas é importante salientar que ela pode ocorrer apenas durante os primeiros dias;
  • o investimento e o tempo de migração, que podem ser maiores do que você esperava;
  • a adaptação às mudanças, que vai impactar as equipes e a ligação com outras ferramentas de mensuração de resultados.

Apesar dos desafios, identificar o momento adequado para a migração e realizá-la de forma estratégica são medidas essenciais para a loja virtual se manter atualizada!

Que cuidados tomar durante a migração?

Há uma série de cuidados pode ser tomada para minimizar os danos possíveis da migração, como:

 

  • fazer um plano para alinhar todas as partes da migração envolvendo equipes interna e externa;
  • alinhar com todos os setores da empresa a agenda de migração para que não coincida com alguma outra iniciativa;
  • envolver a equipe de TI no planejamento para fazer a integração com ERP no tempo certo, além de garantir o sucesso de outras integrações — de produtos, estoque, cadastros, pedidos e assim por diante;
  • garantir que o escopo do projeto seja compatível com o tempo, evitando retrabalhos ou gastos excessivos por estender a migração para além do planejado.

Powered by Rock Convert

Como migrar uma loja virtual?

Para que você tenha sucesso na migração de plataforma de sua loja, é importante que você faça todo um planejamento e até mesmo manter ambas as plataformas funcionando até o momento em que sua loja esteja no ar na nova plataforma.

 

Inicialmente, é preciso conhecer as opções, avaliar o atendimento e as soluções de segurança das possíveis plataformas.

 

Inicialmente, para realizar uma migração de plataforma eficiente, é necessário estabelecer objetivos claros. Avalie tanto os pontos fortes como as fraquezas da sua ferramenta atual, mapeando as possíveis formas de potencializar as partes positivas e melhorar as negativas.

 

Além disso, atente aos seguintes tópicos:

Planejamento

Essa fase é a mais importante, pois administra todas as partes do projeto. O objetivo é evitar perdas ou erros de porte significante.
Além disso, o ideal é entender a nova plataforma e todas as suas funcionalidades. Analise também quais são as ferramentas mais adequadas para o crescimento do seu e-commerce. É uma escolha importante, pois o provedor será um parceiro do seu negócio.

Mantenha seus clientes informados

Utilize mídias sociais, estratégias de e-mail marketing ou até mesmo informações em sua antiga loja para deixar seus clientes cientes da migração da loja! Isso lhe permitirá avisar aos clientes que algumas informações poderão ser perdidas.
Além disso, isso também é importante para informar que a experiência de compra em sua loja, ao qual já estão acostumados, poderá ser diferente após a migração ser realizada. Tomar essa ação pode evitar confusões e dúvidas vindas de clientes, certo?
Existem diversos fatores que ajudam a determinar uma boa experiência de compra, e é por isso que neste post, apresentamos 14 dicas essenciais para você utilizar em seu e-commerce!

Migração de dados

Será necessário exportar produtos, conteúdos, lista de clientes, listas de e-mails e pedidos. Por isso, é importante questionar o fornecedor da nova plataforma a respeito de informações sobre:

 

  • provedor;
  • capacidade de armazenamento;
  • possibilidade de expansão;
  • processo de migração dos dados.

Dessa forma, é possível se preparar e evitar dores de cabeça.

 

Além disso, questione a nova plataforma sobre a migração dos dados dos produtos e dos clientes. Esse fator pode influenciar na relação da sua loja com a base já cadastrada. Evite ter que pedir para todos refazerem o cadastro.
Geralmente, esses dados são transferidos via planilha do Excel, que permite o controle de cadastros e alterações em massa. Também é uma ótima maneira de manter um backup dos dados, caso haja uma eventual perda.

SEO

A migração requer cuidado com as URLs, principalmente, se houver um trabalho extenso de SEO e um bom ranqueamento nos mecanismos de buscas. Nesse caso, a nova plataforma deverá oferecer suporte para manter os mesmos endereços, ou direcioná-los de forma eficaz.

Domínio

O domínio é um fator de grande influência no ranqueamento do Google. Ele utiliza, entre outros fatores, o tempo de registro, as palavras-chave e a extensão do endereço do site, como .com.br, para o cálculo do seu algoritmo misterioso.
Ao migrar o seu site, observe se está tudo correto nesse ponto. Sem o acesso aos dados do seu domínio, se torna impossível a migração do site. No caso do registro ser feito por terceiros, é comum que o lojista não possua a senha do domínio.

Atualize a identidade visual da loja

A identidade visual da loja é algo muito importante, e pensando nesta importância, é imprescindível que você atualize a identidade visual da sua loja virtual tentando manter ao máximo parecida com a antiga plataforma.

 

Normalmente, as plataformas de e-commerce disponibilizam vários temas que podem ser instalados gratuitamente ou personalizados! Procure por temas otimizados e totalmente responsivos, tudo para facilitar e melhorar a navegabilidade dos clientes em sua loja!

Formulários

Durante e após a migração, é preciso certificar-se de que formulários e e-mails estão funcionando adequadamente. Um eficiente sistema de backup não deixa que os gestores percam o controle dos formulários e listas de endereços, permitindo configurá-los no novo sistema.

TTL (Time to Live)

Antes da migração, é importante acessar a conta do provedor e atualizar os registros DNS. Dessa forma, o TTL é reduzido e os visitantes não acessam a loja virtual pela plataforma antiga, mas pela nova.

Testes

Testes são fundamentais na migração. Eles ajudam a encontrar erros durante o processo e a verificar se a nova plataforma está corretamente conectada a seu:

 

  • e-commerce;
  • intermediador de pagamento;
  • sistema de segurança e demais áreas.

Powered by Rock Convert

Treine a sua equipe

Mudar nem sempre é fácil para todos e essa mudança afeta tanto os funcionários quanto o cliente. É essencial que o seu time esteja bem treinado e motivado para lidar com qualquer aspecto da plataforma.
Ele deve ser capaz de identificar erros que possam ser corrigidos em tempo hábil. Quanto mais cedo problemas forem identificados, mais fácil será resolvê-los sem grande ou nenhum impacto para o projeto. Portanto, fazer o treinamento de toda a sua equipe desde o início da migração, é o ideal!
equipe de atendimento precisa ter uma atenção especial. Nessa época de transição, mesmo com uma plataforma melhor, é comum que alguém tenha dúvidas — seja por desatenção ou falta de familiaridade com os novos recursos.

Quais as vantagens de mudar de plataforma?

Em linhas gerais, é possível enfatizar a modernização do negócio, sobretudo, quando associada a novas ferramentas de gestão, monitoramento e medição de resultados. Veja quais são as outras vantagens:

Redução de custos operacionais

O comércio eletrônico é dispendioso, contudo, apresenta custos previsíveis. Nesse sentido, a migração tem o papel de reduzir as despesas e aumentar o faturamento. Portanto, procure reduzir custos de hospedagem, de plataforma, entre outros pontos que podem ser economizados, mas sem perder a qualidade.

Mais recursos

Não faz sentido migrar para um fornecedor que apresente menos ferramentas. Se isso acontecer, o empreendimento estará regredindo e isso ninguém quer. A ideia é buscar uma plataforma mais robusta, capaz de atender às suas demandas atuais e futuras.

Novas oportunidades

Novas plataformas tendem a oferecer oportunidades mais interessantes. A loja virtual tem a possibilidade de mesclar suas operações, expandir seus nichos de atuação e renovar seu portfólio de produtos ou serviços, aumentando assim sua eficiência com a nova plataforma.

 

Powered by Rock Convert

Otimização das páginas

A velocidade de carregamento é um ponto importante a ser considerado durante a migração. Ocorre que uma plataforma mais rápida permite a otimização do tempo de carregamento, auxiliando no tráfego, sobretudo em horários de pico e quando há mais usuários acessando o site.

Melhora na experiência do usuário

A nova plataforma consegue explorar bem a experiência do usuário? Basicamente, ela deve oferecer mecanismos que facilitem o acesso e navegação, funcionalidades para a pesquisa avançada e processo de pagamento simplificado. A regra aqui é oferecer uma experiência confortável e intuitiva.

Mais métricas

A medida em que a empresa cresce, os gestores precisam de recursos para manter o controle e ter dispositivos para análise de desempenhoTaxas de retorno, de conversão, ticket médio e taxa de abandono são algumas das principais métricas e, quanto mais a plataforma oferecer, melhor para o negócio.

Como escolher uma plataforma?

Conhecer as opções disponíveis no mercado é o primeiro passo. A partir daí, você pode traçar os pontos positivos e negativos e, então, escolher a mais interessante. Vamos aos pontos-chave:

Análise de cases de sucesso

O estudo de cases vai indicar quais processos são bem desempenhados pela plataforma e se ela tem as qualificações para atendê-lo bem, independentemente do seu porte. Por isso, é importante pesquisar cases de lojas que tenham uma estrutura semelhante à sua.

 

Faça a análise dos pontos positivos que aquela solução oferece para a loja virtual pesquisada e tente buscar informações e reclamações a respeito do fornecedor.

Opções de pagamento

Além das opções de pagamento oferecidas pela plataforma, ela também permite a instalação de plugins ou códigos-fonte para outros intermediadores de pagamento? Quanto mais flexível nesse ponto, melhor, uma vez que o consumidor quer formas de pagamento versáteis, com taxas mais baixas e condições que se adaptem à sua realidade.

 

Entre os diversos meios de pagamento disponíveis no mercado atualmente, você sabe definir qual a melhor opção para sua loja virtual? Veja alguns meios de pagamento aqui!

Integração com ERP

Mencionamos mais de uma vez a importância do controle de processos e dados. O ERP (Enterprise Resource Planning) se mostra indispensável para o e-commerce, pois unifica a gerência de todos os setores da empresa. Verifique quais processos podem ser automatizados e como funciona a integração e, se não for satisfatória, busque outra solução.

Integração com marketplace

Qual o grau de integração com os marketplaces? É possível gerenciar tudo em um só painel? Mais pessoas e lojistas têm buscado os marketplaces por suas facilidades e segurança, daí a necessidade da plataforma fazer a integração de modo simples e capaz de facilitar a operação.

Atendimento e suporte

O atendimento e suporte é feito pelo fornecedor ou é terceirizado? Ele está disposto a resolver o questionamento rapidamente? Se as respostas forem desanimadoras para essas duas questões, é melhor buscar outro fornecedor.

 

Afinal, é indispensável ter segurança na hora de recorrer nos momentos mais delicados, quando surgem dúvidas ou problemas. Se a plataforma não se responsabilizar por isso, pode complicar para o empreendedor.

Relação custo-benefício

Faça as contas levando em consideração os custos iniciais, mensais, serviços adicionais, entre outros. Avalie se a plataforma é flexível quanto às formas de pagamento, apresentando modalidades como pageview, cobrança por porcentagem ou por valor fixo, entre outras. A ideia aqui é contar com uma solução diante da qual os gestores sintam que vale a pena o investimento.

 

Viu como migrar uma loja virtual não é tão complicado quando há planejamento e pesquisa? Todos os pontos apresentados proporcionam um suporte maior para o crescimento do negócio e a busca por novos nichos de atuação.

 

Baixe o maior comparativo das plataformas de e-commerce SMB do Brasil para criar uma loja virtual!

 

Esperamos que esse post tenha sido útil para tirar suas dúvidas sobre como migrar a loja virtual. Se gostou dele, aproveite e assine a nossa newsletter para receber novos conteúdos interessantes em seu e-mail.

 

Não se esqueça de inscrever em nosso blog. Toda semana temos vários posts com muitas dicas e novidades para fazer o seu negócio ir a mil! Siga a gente em nossas redes sociais também:  TwitterFacebookInstagram eYouTube.


Comentários

Comentários

Thiago Távora
Gerente de Marketing da empresa iSET. Formado em Gestão de Marketing. Especialista em Marketing DIgital e Mídias Sociais. Atuando como Gerente comercial e Negócios. Experiência profissional de mais de 10 anos na área de Internet. Apaixonado por esportes, filmes de ficção científica e amante de música eletrônica.
Post criado 64

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo