fbpx

Você já deve ter visto por aí um monte de gente que decidiu largar o emprego e viver de vendas online, né? Depois de ver o sucesso destas pessoas, decidiu investir no seu próprio negócio online, e faturar muito? Veio no lugar certo!

Neste post, vamos te ensinar alguns passos para criar um plano de negócio incrível, que vai te ajudar a montar sua loja online rapidinho.

Por que criar um plano de negócio?

A gente, mais do que todo mundo, sabe bem como a animação e ansiedade para criar uma loja online faz com que fiquemos com muita vontade de simplesmente contratar um plano, criar a loja e colocar produtos para vender, sem construir um plano de negócio. Pare, respire fundo, e não faça isso!

Por quê? Se você simplesmente pega a primeira ideia e começa a vender o primeiro produto que veio à cabeça, significa que não pensou em um modelo de negócio, não se preparou para possíveis problemas de logística, e nem separou as ideias da melhor forma possível.

Saiba 7 cuidados essenciais para você conquistar melhores resultados e uma gestão aprimorada.

Ao criar um plano de negócio, ao longo prazo, você economiza duas coisas importantíssimas para qualquer pessoa que está planejando empreender na internet: Tempo e dinheiro.

Tempo, porque já consegue identificar potenciais problemas e desafios que poderiam atrasar suas operações por dias ou meses. E dinheiro, pois consegue identificar o mercado em que você estará inserido, e assim realizar um planejamento estratégico feito sob medida para seus produtos e público.

Como criar um plano de negócio?

O plano de negócio, apesar de parecer um bicho de sete cabeças, não é tão complicado assim. São apenas 8 passos que são fundamentais para o bom funcionamento do seu novo negócio. Confira:

  1. Sumário executivo – Ou um resumo.

Apesar de, aqui, ser o primeiro passo em nosso plano de negócio, ele é o último passo que você deve escrever. É como se fosse, de fato, um sumário de todo o seu negócio, que terá pontos chaves do seu negócio, e deve conter informações importantes que você irá encontrar ao fazer os próximos passos.

O sumário executivo de seu plano de negócio deve incluir:

    • Descrição – O que é o seu negócio, quais são os seus diferenciais competitivos da sua empresa;
    • Missão – Qual o propósito fundamental da sua empresa, sua finalidade e o porquê foi criada. Três perguntas devem ser respondidas aqui: Para que a empresa existe? O que a empresa faz? Para quem a empresa trabalha?
  • Objetivos – Objetivos são parecidos com a missão, porém mais focado em, bem, objetivos a serem conquistados. Como quer que sua empresa seja conhecida? Qual direção quer que sua empresa tome?
Aprenda a definir objetivos claros para alcançar suas metas de maneira eficiente.
    • Produtos e serviços – Como o próprio nome já diz, aqui você irá informar quais produtos e/ou serviços sua empresa oferecerá, e quais benefícios esses trarão para seus clientes.
    • Segmento de clientes – Aqui você identifica qual perfil de clientes quer atingir com sua empresa. Seja o mais específico possível.
    • Investimento total – Quanto você tem para investir inicialmente na empresa. Coloque na ponta do lápis quanto tem disponível para arcar com custos operacionais da sua empresa.
    • Forma jurídica – Será encaixado como MEI? Empresário Individual? Converse com seu contador, para que possa ter mais informações e possa definir o próximo passo de forma correta.
  • Enquadramento tributário – Depois de escolher sua forma jurídica corretamente, aqui você irá informar qual o enquadramento tributário de sua loja online. Incidirá o Simples Nacional? Qual a sua previsão real de faturamento durante o ano? Tudo isso influenciará no seu enquadramento.
Powered by Rock Convert

2. Descrição da empresa

No seu plano de negócio, deve incluir uma parte de descrição da empresa. Aqui você irá descrever os objetivos maiores, detalhes de como sua empresa funciona, etc. Nesta descrição pode ser incluído:

    • Sobre o lojista – Quem está por trás desta loja online? É mais de uma pessoa? Se só você, escreva um pouco sobre seus conhecimentos, e quais partes da sua experiência facilitariam na execução deste plano de negócio. Podem ser experiências profissionais, e/ou acadêmicas. Caso não tenha nenhuma específica em mente, não se preocupe! Além de ser possível ter um negócio online sem nenhuma experiência prévia, você também pode se inscrever em cursos online de marketing, administração, etc.
    • Operações – Fale um pouquinho de como irá operar, cite a plataforma que irá utilizar, quem estará envolvido – plataforma, domínio, envio, pagamento, etc.
    • Necessidade – Por que você começou esta loja? Percebeu um espaço vazio no mercado para um produto específico? Viu uma oportunidade única em algum produto? Utilize este espaço para falar sobre isso.
  • Modelo de negócio – Você trabalhará de empresa para empresa (B2B) ou empresa para cliente (B2C)? Vende produtos digitais ou físicos? São produtos artesanais, importados ou revenda? Atacadista? Aqui você define tudo isto.

3. Produtos

Descreva o que você vai vender. Esta é a parte mais tranquila e legal de um plano de negócio. Comece citando os produtos que pretende vender desde o começo, e depois descreva produtos que planeja vender, focando nas especificações e seus benefícios.

Não se esqueça que, hoje em dia, você vende mais que apenas os produtos físicos. Você vende o sentimento, o valor emocional deles. Enfatize isto ao descrevê-los.

    • Aquisição – Como este produto chegou até sua loja? Coloque aqui a informação que você colocou em seu Modelo de Negócio – comprou de artesãos? Importou? Fez você mesmo?
    • Diferenciadores – Por que seu cliente deve comprar o seu produto e não o de seu concorrente? O que faz o seu produto diferente? É porque cada produto é único? Usa apenas produtores brasileiros? É importado? Descreva tudo aqui. Qualquer pequeno detalhe de seu produto já é um diferenciador.
    • Custos – Não se preocupe em fazer um levantamento financeiro completo aqui. Você precisa definir apenas os custos básicos de seus produtos. Qual o valor líquido deles, qual será o seu markup em cima deste produto, e qual será o valor bruto final para seus clientes.
  • Ciclo de compra – Seus produtos são sazonais? Se sim, quais as melhores épocas do ano para iniciar a compra destes produtos para divulgação em sua loja, quando começará a rodar um novo ciclo de divulgação? De quanto em quanto tempo os clientes esperam uma nova coleção?

4. Análise mercadológica

Conhecer quem são seus clientes, fornecedores e concorrentes é essencial para qualquer plano de negócio. Com estas informações, você pode traçar metas e objetivos mais eficazes e sólidos, entendendo melhor como funciona o mercado em que você irá atuar.

    • Segmentação – Qual é o seu demográfico, público alvo? De qual parte do país são, quantos anos eles têm, qual a renda mensal, e o que valorizam? Para pensar isso tudo, é importante pensar em Personas do Comprador, que são basicamente perfis de pessoas fictícias, mas que representam o seu público alvo, desta forma consegue visualizar mais facilmente o seu público e quais estratégias deve adotar para atingi-lo.
    • Fornecedores – São as pessoas/empresas que lhe fornecerão materiais, produtos e serviços para sua loja. O preço e a qualidade destes fornecedores está dentro do padrão de qualidade que quer alcançar na sua loja online? Estes fornecedores têm quantidade/valor mínimo para compra? Qual o prazo de entrega deles? Tudo isso influencia no valor e prazo final, que será informado ao seu cliente.
    • Análise da indústria – O mercado tem crescido ao passar dos anos, ou está estagnado? Espera alguma mudança no futuro – alguma inovação que está chegando ao mercado e pretende mudar todo o cenário? Uma pesquisa mais detalhada será fundamental. O Google Trends é ótimo para definir picos de busca online, e como diferem de estado para estado.
  • Competição – Como seus concorrentes trabalham? Como são feitas as vendas de seus produtos, informações. O SEO deles é bem trabalhado? A presença em mídias sociais dá um banho em todas as outras? Todas as questões de marketing são importantes notar aqui, para que você possa trabalhar de forma otimizada para divulgar o seu negócio.

5. Estratégia de marketing

Agora que você já definiu o seu público alvo, quais os seus produtos e como eles irão se diferenciar dos demais, como você irá comunicar com seus clientes? Melhor ainda, como seus futuros clientes irão te encontrar na internet?

A estratégia de marketing é um dos pontos mais cruciais de um plano de negócio online, afinal, lojas físicas podem contar com o tráfego de pessoas na rua e vitrines chamativas, contudo, lojas online não são bem assim.

Ao invés disso, você terá de pensar em estratégias para aquisição de leads orgânicas e tráfego online: coisas que necessitam de tempo, dedicação e um pouquinho de know-how. Sua estratégia de marketing deve incluir os seguintes pontos:

    • Estratégia de conteúdo – Apesar de conteúdo estar incluído em SEO, que veremos a seguir, vamos trabalhar com conteúdo em seu próprio ponto, já que o conteúdo de uma página pode redefinir toda sua estratégia. Qual mensagem quer passar aos seus clientes? Como será a voz da sua campanha? Se você também for usar um blog, para se definir como especialista no assunto de seus produtos, como alcançará esse status? Você vai realizar campanhas com conteúdo gerado pelos usuários, através de relatos de clientes e mídias sociais? Na sua loja online, você terá página de “dicas” e “recursos” ao seus clientes? Se sim, quem irá escrever este conteúdo, e com qual periodicidade?  
    • SEO – Visibilidade orgânica é crucial para o sucesso de uma loja online. Qual será sua estratégia de SEO? Será feita por você, ou irá contratar uma agência ou pessoa qualificada para fazê-la? Se for feita por você, quais ferramentas irá usar? Como será esta estratégia? Coloque aqui um pouco das táticas que serão usadas dentro da sua loja (pesquisa de palavras chaves, meta data, conteúdo, otimização de categoria e produto, e elementos mais técnicos) e fora da loja – você pode deixar toda a estratégia de SEO fora da loja mais simples e básica aqui, apenas descreva brevemente o que pretende fazer, seja geração de leads através de redes sociais, vídeos no YouTube, etc.
    • RP, promoções, e-mail marketing – Como você irá alavancar os seus produtos? Irá enviá-los para influencers para divulgação? Fará promoções de inauguração através de redes sociais? Irá oferecer condições especiais para pessoas que se inscreverem em sua newsletter?
  • Cronograma – Quais são as datas importantes, independente do seu nicho de mercado? Quais as datas importantes para o seu segmento? Defina seu plano de comunicação levando em consideração todas estas datas.

6. Plano operacional

Depois de tudo isto definido, chegou a hora de definir os pequenos detalhes.

    • Horário de funcionamento – Apesar de uma loja online estar aberta 24h por dia, 7 dias da semana, você precisa definir quais horas destes dias dedicará exclusivamente à loja – conferindo pedidos, despachando produtos, manutenção de produtos já na loja, etc. Uma dica importante: Nunca feche sua loja online temporariamente. É ruim para o seu SEO, e suas visitas orgânicas cairão por um bom tempo. Ao invés disso, trabalhe com prazos mais longos de entrega.
    • Staff – Quem é sua equipe? São pessoas que foram contratadas exclusivamente para manutenção da sua loja? São terceirizados? Quais funções cada um deles tem? Sempre que possível, delegue as funções.
  • Lugar de operação – De onde você irá atuar? Será de casa? Um espaço específico? Um co-work? Especifique aqui.

7. Plano financeiro

Agora sim, a parte que mais queremos correr: O plano financeiro.

Para muita gente, é a parte mais difícil de um plano de negócio e, particularmente, o menos divertido. Apesar disso tudo, é um dos fundamentais. Tão fundamental que, mesmo que você não fosse escrever um plano de negócio, o plano financeiro ainda teria de ser escrito.

Planejar suas finanças – seus gastos e ganhos previstos – é o diferencial.

    • Custos operacionais – São os custos que você não consegue cortar, de jeito nenhum. Inclua aqui gastos com local, caso não vá trabalhar direto de casa, gastos com domínio e hospedagem, caso estes já não estejam incluídos no plano de sua plataforma virtual, custos líquidos de produtos, funcionários, custo com agência de publicidade, custo de posts patrocinados, etc.
    • Orçamento – Detalhe aqui os valores que tem disponível para investir em sua loja online, independente de lucros e custos.
  • Margem de lucro e perda – Baseado no valor de seus produtos, com seu markup, qual a margem de lucro e perda esperada? Como poderá contornar caso sua margem de perda for maior que a de lucro?
Conheça algumas ferramentas que podem ser muito úteis na gestão financeira de seu negócio.

8. Realizações

Com todos os passos já feitos, chegou a hora de definir as realizações da história de sua loja no seu plano de negócio.

Estes feitos são métricas importantes para medir o crescimento de sua loja, de forma tangível até para aqueles que não manjam tanto de SEO, marketing, etc. São importantes também na motivação para continuar com sua loja, e devem ser celebrados. Defina quantos você quiser, desde a primeira venda, até o ponto de equilíbrio. Alguns exemplos de marcos de venda são:

    • Primeira venda
    • Primeiros 100/1000/1500 likes/seguidores em suas mídias sociais
    • Primeira review positiva
    • Primeiras 50/100/1000 vendas
    • Primeiro dia com mais de 10 pedidos concluídos
    • Ponto de equilíbrio
  • Mudança para um escritório exclusivo para operações da loja online
Conheça os 5 indicadores de desempenho mais importantes.

Liste quantas realizações quiser. Use este espaço para sonhar bem alto, e definir que quer chegar nestas realizações. Mantenha seus principais objetivos em mente, mas não tenha medo de comemorar todas essas pequenas realizações. Você trabalhou bastante, e merece todo o reconhecimento que tiver.

Depois de fazer todos esses passos, pode ir comemorar abrindo sua primeira loja online dos sonhos!

Um abraço!

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert


Comentários

Comentários

Kathleen Morita
Gestora de projetos e webdesigner na iSET, estudante de Relações Públicas, e entusiasta de séries de tv, bandas internacionais e hockey de gelo. Apaixonada por conhecer novas coisas e pessoas, estou sempre disponível para uma boa conversa e novos desafios.
Post criado 2

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo