fbpx

Se você pretende ler este post, posso adivinhar alguns motivos:

 

  1. Você não obteve resultados satisfatórios em alguma Black Friday;
  2. Você já viu algum conhecido ou concorrente não tendo lucro na Black Friday;
  3. Você deseja alcançar o sucesso na Black Friday, mas tem medo de se arriscar.

 

Bom, se eu acertei algum desses motivos, esse post realmente é para você. Mas, se eu errei, parabéns pela sua maturidade, mas ainda vale à pena ler o post, quem sabe alguma das dicas aqui te ajuda sua loja virtual a performar ainda melhor nessa Black Friday?

 

Já vi muitas lojas online tendo muito sucesso e lucro na Black Friday, mas também já vi muitos lojistas irem mal por motivos bobos.

 

Você já deve ter ouvido que acertar é tão importante quanto evitar falhas. Por isso, vou listar 10 erros que você não pode fazer em hipótese alguma durante a Black Friday do seu e-commerce! 

 

A ideia desse post é mostrar erros comuns e abrir sua mente para como eles podem te custar caro, financeiramente e com relação a reputação do seu negócio virtual.

 

Além disso, já tendo uma lista do que não se deve fazer antes de iniciar os preparativos, você terá um tipo de Black List pra te guiar por quais caminhos não seguir na próximas Black Fridays e outras promoções que você decidir realizar na sua empresa! Isso irá te ajudar a poupar energia, não perdendo tempo com aquilo que não vale à pena e focando no que realmente importa!

 

As 3 primeiras dicas falam principalmente da reputação da sua loja virtual, confira.

1- Black fraude

Não aumente preços antes da Black Friday. Existem vários sites e aplicativos pela web que monitoram média de preços de muitas lojas virtuais durante o ano, por isso essa não pode ser a melhor opção. 

 

Não faça o dobro pela metade, pois isso pode não só queimar sua Black Friday online, como pode queimar sua marca e sua reputação! Sem falar das reclamações que você pode eventualmente ter no Procon e no Reclame Aqui, o que dura anos!

 

Existem diversos fatores que ajudam a determinar uma boa experiência de compra, e é por isso que neste post, apresentamos 14 dicas essenciais para você utilizar em seu e-commerce!

2-  Tenha e mantenha uma boa reputação

O Google Meu Negócio é um lugar que demonstra sua reputação. Se ela for boa, use-a como gatilho mental da prova social da sua loja virtual

 

Problemas acontecem, mas não deixe de responder cada reclamação e focar na solução dos problemas para manter uma boa reputação. É importante que os clientes vejam que os problemas que surgiram foram resolvidos e confiem mais na seu e-commerce!

 

Saiba como lidar com essa situação de maneira rápida e eficaz.

3- Não dificulte a compra

Não dificulte o processo de compra e principalmente as trocas! O volume de compras realizadas vale muito mais que aquelas vendas problemáticas. 

 

Não viole a lei: o consumidor tem 7 dias para trocar ou devolver um produto, desde que não tenha usado (direito de arrependimento).

 

Segundo o artigo 49 do Código de Defesa do Consumidor, o direito de arrependimento é uma garantia fornecida ao comprador, que pode desistir de uma compra feita, inicialmente, por telefone ou fora do estabelecimento comercial. Contudo, a legislação acabou servindo também para compras pela Internet, justamente, pelo fato de determinar que o usuário não deve ter acesso ao produto físico.

 

Veja como lidar com o direito de arrependimento dos consumidores

 

Nas próximas três dicas vamos ver alguns problemas que você não pode ter na sua oferta, leia:

4- Não coloque tudo em promoção

Escolha os produtos de forma estratégica: seja aquele mais desejado, o mais encalhado, o com maior margem, mas faça uma análise antes de sair dando desconto.

5- Não tenha como ofertas somente os produtos encalhados

Talvez o motivo de estarem encalhados não seja apenas o preço e o consumidor pode entender que se suas principais ofertas são ruins e que não vale a pena comprar com você na Black Friday. 

 

Ao invés disso, tenha ofertas irresistíveis mesmo que com volume limitado para demonstrar uma real oportunidade. Confira nosso post onde falamos sobre ‘’Como criar uma oferta irresistível em sua loja virtual’’.

6- Não anuncie na Black Friday se não tiver uma oferta diferente

Fazer mais do mesmo pode te queimar principalmente para aqueles clientes que já te conhecem, já viram suas ofertas ou compraram com você, e que poderiam continuar comprando por um longo período mas que passam a ter uma imagem negativa da sua loja virtual.

 

Por isso, invista no diferencial da sua loja e novas inovações sempre! Saia da rotina e atraia novos e velhos clientes para a Black Friday do seu e-commerce todos os anos.

 

Agora as dicas 7 e 8 são relacionadas mais à sua estratégia de comunicação.

7- Não perca clientes por falta de agilidade ou mal atendimento

Na Black Friday, seus concorrentes se multiplicam. Não digo isso por que vai ter mais gente fazendo mais ofertas, mas por que a disputa não é só por aquele item desejado: o consumidor tem vários desejos durante a Black Friday e terá que priorizar, escolhendo um único ou alguns poucos. 

 

Dessa forma, se você não for ágil e eficiente com o atendimento para lidar com as objeções e dúvidas deles, eles não só poderão comprar o mesmo produto, porém de outra pessoa, como podem priorizar qualquer um dos seus outros desejos, acabando por não comprar suas mercadorias.

 

Se você chegou a conclusão de que existe algo errado com a qualidade no atendimento ao cliente da sua empresa, essas 5 dicas certamente irão te ajudar bastante!

8- Não faça ofertas complicadas de serem entendidas

Essa é uma oportunidade de trabalhar vários gatilhos mentais simultaneamente e você pode criar ofertas inteligentes para aumentar seu ticket médio e sua margem de lucro, mas é muito importante que, qualquer que sejam suas ofertas, que sejam claras, transparentes e muito bem explicadas em seu site, de forma que o consumidor não fique confuso. 

 

Uma dica é: quando fizer um esboço das suas ofertas, peça outras pessoas para verem se entendem sem precisar perguntar detalhes.

 

E pra fechar a lista dos 10 erros que não se deve cometer na Black Friday com chave de ouro, dois erros comuns relacionados a logística, continue lendo.

9- Não escale suas vendas além dos seus limites

Vender muito é lindo, mas dá trabalho. Escalar vendas significa escalar esse trabalho. Se sua equipe só é suficiente para dobrar suas vendas nesse curto período que é a Black Friday, não tente vender 5, 10, 20 vezes o que você está acostumado, principalmente se você mantiver seus prazos comuns de entrega. Isso pode queimar sua reputação e ainda trazer sérios problemas financeiros e até jurídicos para a sua empresa.

 

Se precisar ampliar equipe, não deixe para treiná-los de última hora. O ideal é que você comece um mês antes ou pelo menos duas semanas antes da Black Friday

10- Não venda mais do que consegue entregar.

Esse erro complementa o anterior. Faça um inventário completo na semana anterior a Black Friday para ter seus números de estoque atualizado. Confira itens danificados e que não poderão ser vendidos. 

 

Se você trabalha com estoque de fornecedores, não deixe de alinhar suas expectativas com eles, da mesma forma que você, vários outros lojistas também venderão mais na Black Friday e você precisa certificar que seu fornecedor conseguirá suprir essa demanda extra. 

 

Se você tem costume de comprar faturado, certifique-se que o fornecedor vai liberar um volume muito superior de mercadorias para você na mesma condição de pagamento. Se você é fabricante, tenha bem alinhado com sua equipe sua capacidade máxima de produção para não vender demais e gerar muito mais problemas do que lucro.

 

Espero que essas dicas e erros para não se deve cometer na Black Friday tenham te ajudado e resolvido suas dúvidas. Agora, você deve aplicar as dicas que demos nas suas estratégias e evitar as falhas citadas no post para alcançar o sucesso com muito lucro nas próximas Black Fridays da sua loja virtual! Boa sorte!

 

Não se esqueça de inscrever em nosso blog. Toda semana temos vários posts com muitas dicas e novidades para fazer o seu negócio ir a mil! Siga a gente em nossas redes sociais  também: Twitter, Facebook, Instagram,    LinkedIn YouTube.


Comentários

Comentários

Paulo Pina
Sou Empreendedor há 15 anos e CEO da iSET. Responsável por todo processo decisório além das estratégias de negócio e e-commerce. Nas horas vagas sou inventor na Vixon Jukebox.
Post criado 8

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflakeWordpress snowstorm powered by nksnow