fbpx

As estratégias de SEO para e-commerce têm o poder de aumentar as suas vendas. Leia e entenda o porquê!

 

Ter uma loja virtual é o sonho de muita gente. Não é por acaso que o Brasil tem quase 1 milhão de sites dedicados ao comércio eletrônico! São muitas pessoas vendendo pela internet, não acha? Isso traz uma dificuldade óbvia para quem quer empreender no e-commerce: é cada vez mais difícil se destacar da concorrência.

 

Mas difícil não quer dizer impossível! Adotar estratégias de SEO (Search Engine Optimization / Otimização para Mecanismos de Busca) pode levar o seu site para as primeiras posições do Google, um lugar desejado por todo mundo. Afinal, o Google domina mais de 90% do mercado mundial de buscadores e recebe cerca de 5 bilhões de buscas por dia.

 

Quer saber como aproveitar o poder desse gigante para vender mais? Então continue a leitura!

Como o Google define quais sites aparecem na primeira página?

A missão do Google é “organizar as informações do mundo para que sejam universalmente acessíveis e úteis para todos”. Só com isso você já consegue ter uma pista de como o buscador define quais sites aparecem na primeira página, mas vamos explicar melhor. 

 

Pense em uma “aranha robótica” que anda por aí vasculhando todos os sites da internet. Essa aranha é o Googlebot (também chamado de spider) e sua missão é registrar as páginas da web no gigantesco banco de dados do Google. Essa etapa é chamada de rastreamento. 

 

Depois disso, o Google faz a indexação das páginas rastreadas e o algoritmo entra em ação para determinar quais sites são mais relevantes e devem aparecer na primeira página dos resultados de pesquisa.

 

Para definir quais são os sites são relevantes, o Google utiliza mais de 200 fatores de ranqueamento. Confira alguns deles:

 

  • Velocidade de carregamento da página
  • Linkagem com sites de autoridade
  • Originalidade do conteúdo 
  • Uso adequado de palavras-chave
  • URLs amigáveis 

3 Estratégias de SEO para e-commerce

Agora que você já entendeu um pouco mais sobre o funcionamento do Google, confira 3 dicas práticas de SEO para aumentar a relevância do seu site e conquistar mais acessos. São estratégias que você pode começar a colocar em prática agora mesmo, então não perca!

1) Use palavras-chave nas descrições dos seus produtos

As palavras-chave são os termos que os usuários digitam na caixa de pesquisas do Google. É importante que as descrições dos seus produtos explorem esses termos. E como saber quais são as palavras-chave certas? É simples. Ferramentas como Planejador de Palavras-Chave do Google e Ubersuggest  te ajudam a descobrir os termos mais relevantes para cada produto.

 

A imagem abaixo mostra o exemplo de uma pesquisa pelo termo “celular”. Repare como essa palavra-chave tem grande volume de buscas (mais de 1 milhão) e, à medida em que a busca fica mais específica (as pessoas pesquisam por modelos de celular) o volume diminui. 

 

Visão da ferramenta “Planejador de Palavras-Chave do Google” (reprodução).

 

E aqui vai uma lição importante: não use apenas palavras com grande volume de buscas, pois elas são mais concorridas. É difícil aparecer na primeira página para as buscas pelo termo “celular”, por exemplo. Mas você pode conseguir isso se usar palavras-chave mais específicas, como o modelo do celular. “Celular Xiaomi Redmi 7A Dual Chip” é uma busca menos concorrida que “celular”.

 

Na hora de fazer as descrições dos seus produtos:

 

  • Não copie e cole os textos informados pelo fabricante (lembre-se: a originalidade do conteúdo é um fator de ranqueamento para o Google).
  • Ofereça variedade de informações (nome, cor, especificações técnicas e qualquer detalhe relevante sobre o produto em questão).
  • Use pelo menos 300 palavras. Acha muito? Segundo a Backlinko, portal especializado em SEO, o ideal é escrever descrições com mais de 1000 palavras. Apesar de ser inviável fazer isso em todos os seus produtos, pode ser uma boa estratégia para os itens que você vende mais.

 

Ei! Já que você está aqui, aproveite e confira 5 dicas para gerar tráfego na sua loja virtual!

 

Você sabe exatamente o que é marketing digital, como ele funciona e quais os seus benefícios para seu e-commerce? Leia nosso post para aprender tudo sobre o assunto

2) Não economize nas imagens 

As imagens são importantes para o seu cliente e para o algoritmo do Google. Apesar disso, as páginas de produto do e-commerce brasileiro costumam ter menos de 3 imagens (em média). A informação é da pesquisa E-commerce Quality Index (EQI) e revela um importante ponto de atenção para quem vende online. Sabe por que? É simples: um dos fatores de ranqueamento de uma página é a existência (ou não) de imagens. Se você quer colocar a sua loja na primeira página do Google, é essencial ficar de olho nesse aspecto.

 

Dicas para acertar na hora de inserir imagens nas suas páginas de produto:

 

  • O nome do arquivo de imagem é um dos atributos que o robô do Google usa para conseguir “enxergar” o conteúdo visual. Para facilitar a vida dele, utilize um nome que explique bem a sua imagem. Por exemplo: use “celular_xiaomi_redmi.jpg” em vez de “img7556.jpg”.
  • Não se esqueça de informar o atributo alt text (texto alternativo) das suas imagens. Ele é muito importante para o ranqueamento da sua página. Além de servir para descrever imagens para quem tem deficiência visual, o alt text ajuda o Google a entender do que aquela imagem se trata. Sempre insira a sua palavra-chave nesse local. 
  • Tome cuidado com o tamanho dos arquivos de imagem, pois eles interferem na velocidade de carregamento do seu site. E, como você já sabe, o Google penaliza páginas lentas. Ferramentas gratuitas como o Jpeg.io podem te ajudar a reduzir os seus arquivos sem perda de qualidade.

3) Crie URLs amigáveis, curtas e com palavras-chave

Qual das URLs abaixo você acha que tem mais chances de aparecer na primeira página do Google?

 

 

  • https://sualoja.com/categoria/subcategoria/produtoxyz874512.html 
  • https://sualoja.com/nomedoproduto.html 

 

 

Se você votou na número 2, parabéns! Os especialistas em SEO concordam que existe uma correlação entre as URLs e a posição de ranqueamento no Google. Endereços excessivamente longos e cheios de caracteres que não dizem nada sobre o produto são ruins tanto para o cliente quanto para o buscador.

 

A dica aqui é bem clara: utilize URLs curtas, descritivas e com a sua palavra-chave em destaque. Isso é uma forma de tornar os endereços do seu site mais amigáveis para o Google e para os visitantes. 

Conclusão + dica bônus

As estratégias que citamos neste post são relativamente simples de colocar em prática e podem fazer muita diferença na quantidade de acessos que a sua loja virtual recebe!

 

Só que não basta aumentar o número de visitas do seu site. Você precisa transformar esses acessos em conversões. Uma das formas de fazer isso é oferecer um frete competitivo para evitar os carrinhos abandonados por causa do valor da entrega.

 

O Melhor Envio é uma ferramenta que pode ajudar o seu negócio a ter entregas mais competitivas. Com mais de 150 mil lojistas cadastrados, a plataforma usa seu volume de fretes para negociar condições exclusivas com as transportadoras, repassando-as para quem vende online. 

 

Saiba mais sobre o tema e conheça algumas sugestões de como desenvolver uma política de trocas eficiente.

 

Além de permitir que o lojista compare preços e prazos entre diferentes transportadoras e gere o frete pela internet, o Melhor Envio está integrado a grandes players do mercado (HUBs, ERPs, marketplaces, plataformas de e-commerce), o que facilita a vida do empreendedor.

 

Aproveite e acesse o site do Melhor Envio se quiser centralizar e otimizar a experiência de fretes da sua loja virtual! 


Comentários

Comentários

Autor convidado
Os autores convidados do blog iSET são aqueles fazem parceria de Guest Post!
Post criado 85

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo