Redes sociais e e-commerce: guia para sua loja virtual

Redes-sociais-e-e-commerce-guia-para-sua-loja-virtual-1160x653

Sua loja virtual está no ar, mas ainda não atrai conversões suficientes? Veja neste artigo como tirar o melhor das redes sociais para amplificar o alcance do seu e-commerce e aumentar oportunidades e vendas.

 

Redes sociais para e-commerce: o básico

O primeiro passo é entender qual a persona do seu negócio e onde essas pessoas mais consomem conteúdo. Quais são as redes sociais mais utilizadas? Facebook, Instagram, TikTok, Pinterest? Saber onde estão os usuários é o primeiro passo para uma campanha de sucesso.

Em seguida, deve-se determinar uma estratégia e uma cadência de conteúdos para construir uma relação a longo prazo com os usuários e potenciais clientes.

Não adianta fazer publicações espaçadas, sem identidade visual e sem uma estratégia por trás: o máximo que vai conseguir com isso é desperdiçar seu tempo. Para tirar o melhor das redes sociais para seu e-commerce, é necessário planejar.

Por fim, é necessário mensurar os resultados regularmente e testar novos formatos para ampliar ainda mais o alcance, cliques e interações.

Mas como ampliar isso e ir além do básico?

 

Planejamento de Redes sociais para E-Commerce

Com base no que foi desenhado acima, iremos explorar melhor cada passo da estratégia de redes sociais. Veja:

 

1. Construção de identidade visual e objetivos

O primeiro passo é entender qual a identidade da marca, qual será o posicionamento e quais serão os objetivos primários.

Sobre o que é a loja? Quais produtos são vendidos? Existe algum critério ou aspecto relevante para destacar (produtos ecologicamente corretos, causa social ou outro) que esteja vinculado à identidade do projeto?

Uma maneira de pensar isso é determinar, pelo estudo de persona, quais são as principais dores dos clientes ideais e construir uma rede de comunicação ao redor disso.

Por exemplo: uma loja que venda produtos cosméticos para quem tem tatuagem pode ter clientes cuja maior dor seja a manutenção da qualidade das tatuagens a longo prazo.

Por conta disso, pode criar uma comunicação como “Cansado de voltar para reforçar sua tatuagem de ano em ano? Sua pele pode estar desgastada…” e seguir a partir daí.

Após isso, defina cores, com base no logotipo e no planejamento visual já existente (caso não tenha um, é recomendado que pense nisso) e, a partir daí, defina os objetivos primários da estratégia em redes sociais.

Você quer mais 50 pessoas por mês fazendo orçamento na sua loja? Crescimento de 10% nas vendas geradas pelas redes sociais? Estabeleça critérios e objetivos reais para ter um crescimento planejado e realista.

 

2. Mapeamento de publicações e definição de cadência

Toda rede social quer que os usuários passem mais tempo interagindo com os aplicativos. Por isso, os algoritmos priorizam quem publica recorrentemente.

No começo da maioria das estratégias, contudo, isso é inviável. A menos que você tenha uma grande equipe e uma quantidade considerável de recursos para investir nas publicações, o ideal é focar em uma estratégia constante – qualidade no lugar de quantidade.

Uma média de dois a três publicações semanais já é suficiente para começar a trabalhar com redes sociais, uma dica que ajuda muito no planejamento das publicações é a utilização de editorias fixas.

Segunda-feira é o dia preferido para os pedidos de roupas de ginástica da sua loja? Dê dicas de atividades físicas para as pessoas fazerem em casa, e lembre aos usuários dos benefícios de se realizar uma atividade com uma roupa confortável.

Quarta-feira é o dia com maior quantidade de orçamentos de ferramentas no seu site? Aproveite para destacar produtos específicos e impulsionar ainda mais as vendas.

Seu e-commerce tem um blog com conteúdos enriquecedores? Leve os usuários até artigos relevantes e capture leads que ainda não estão prontos para as compras.

 

Mapeamento-de-publicações-e-definição-de-cadência-1160x653

 

3. Acompanhamento de resultados

Não há como falar em gestão de redes sociais sem falar do acompanhamento de resultados e de análises de desempenho.

Quais são os dias que mais rendem oportunidades? Publicações com emojis geram mais respostas nos stories? Qual o valor do CPC médio dos posts pagos?

Crie uma tabela e gere relatórios mensais para entender se suas redes crescem junto com seu e-commerce ou se novos gargalos estão surgindo.

Dessa forma, pode também saber quais editorias fazem mais sucesso, quais publicações trazem mais resultados e quais posts podem ser eliminados no próximo planejamento mensal.

 

4. Mídia paga em redes sociais para e-commerce

Hoje, não é mais possível falar em gestão de redes sociais para e-commerce sem falar em mídia paga. Impulsionar as publicações é a maneira mais rápida para atrair mais usuários ou gerar mais conversões.

Existem diversas formas de se usar o Facebook Ads para anunciar (tanto no Facebook quanto no Instagram).

 

Quer descobrir como fazer sua loja virtual bombar em vendas no Instagram? Então, confira nossas dicas!

 

Aqui, iremos focar especificamente em duas e suas ramificações para diferentes estratégias: Tráfego e Envolvimento.

O uso de estratégias de tráfego na mídia paga serve para redirecionar o usuário para outro lugar, fora das redes. Isso gera alguns desafios: em primeiro lugar, as redes sociais não querem que os usuários saiam das suas plataformas para realizar outras ações.

Em segundo lugar, os usuários não querem ser interrompidos em suas navegações, a menos que tenham um bom motivo para isso. Portanto, anúncios de tráfego devem contar com excelentes imagens e um texto realmente conversivo, direto e eficiente.

No caso das estratégias de Envolvimento, temos publicações cujo foco principal é engajar e gerar mais interação com o próprio post: curtidas, compartilhamentos, comentários etc.

Para marcas que estão começando, publicações de Envolvimento são muito úteis na criação de uma base de seguidores. Contudo, é importante lembrar que essas publicações ainda devem gerar valor para os usuários, melhorando a relação com eles a longo prazo.

 

5. Atendimento ao consumidor

As redes sociais geram muitos ganhos na fomentação de um novo público e novos clientes, mas você não deve esquecer nunca dos consumidores já na sua base. Esse é, inclusive, um dos pilares do Flywheel Marketing, que é uma nova forma de pensar o marketing de atração, conhecido como Inbound Marketing.

Realizar o SAC, responder dúvidas, destacar clientes fiéis, essas são algumas das estratégias de atendimento ao consumidor nas redes sociais.

Tem elogios? Peça autorização para compartilhá-los. Crie uma hashtag especial para os clientes compartilharem suas histórias e uso dos produtos.

Tem críticas? Lide com as reclamações antes que se transformem em uma dor de cabeça ainda maior.

Redes sociais são um local de interação. O ideal é estabelecer critérios de acompanhamento das redes de acordo com o volume médio de comentários, respostas e interações. Uma vez ao dia, contudo, costuma ser uma média adequada para verificar novas interações relevantes.

 

Se você chegou a conclusão de que existe algo errado com a qualidade no atendimento ao cliente da sua empresa, essas 5 dicas certamente irão te ajudar bastante!

 

Conclusão

É possível utilizar as redes sociais nas suas estratégias para e-commerce e potencializar os resultados gerados.

Contudo, isso depende de planejamento e uma execução focada em entregas de qualidade. Não tente apenas fazer volume com publicações ou anúncios ruins. Foque numa experiência de usuário decente e atraia cada vez mais clientes para seu e-commerce.

 

Não se esqueça de se inscrever em nosso blog. Toda semana temos vários posts com muitas dicas e novidades para fazer o seu negócio ir a mil! Siga a gente em nossas redes sociais também: Twitter, Facebook, Instagram, LinkedIn e YouTube.


Comentários

Comentários

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email

Não perca nenhuma novidade!

Inscreva-se em nossa newsletter para receber em seu e-mail as novidades e posts recentes da iSET

Novidades iSET

Nossas redes sociais