Frete Alto? Saiba quais ações você deve tomar para vender mais na Black Friday

Todo empreendedor deve se organizar e criar estratégias para conseguir aproveitar as datas comemorativas para conseguir vender mais. E o evento mais importante do ano, no setor do comércio eletrônico, é a Black Friday, você sabia?

Portanto, é bem importante que um bom planejamento seja feito – e inclua diversos tópicos essenciais para, principalmente, criar alternativas para que a compra seja finalizada pelo cliente, como por exemplo, um frete atrativo.

Primeiro, vamos a alguns dados – e contextualizar a situação!

 

O boom do comércio eletrônico

Antes de falarmos sobre a expectativa para a Black Friday de 2021 é importante entender como a data funcionou em 2020 – em plena pandemia do novo coronavírus.

Por conta de restrições de circulação, as pessoas passaram a fazer muito mais compras online, que fossem entregues em casa. De acordo com dados da consultoria Ebit Nielsen, em 2020 houve um aumento de 41% no faturamento de vendas online.

Ou seja, o setor de comércio eletrônico se beneficiou – e muito! – com a pandemia.

Além disso, as vendas da Black Friday de 2020 passaram de 5,1 bilhões – valor 31% maior que de 2019, segundo informações da Neotrust/Compre&Confie. Esse mesmo estudo ainda informa que foram realizadas 7,6 milhões de compras online. Esse número foi 24,7% maior do que o de 2019.

Dados para levar em consideração – e incluir em sua pesquisa para 2021

Outro dado bem importante é entender quais foram as categorias que geraram o maior volume de compras no período. Segundo o Mercado & Consumo, foram:

  • Moda e Acessórios;
  • Beleza;
  • Perfumaria e Saúde;
  • Artigos para Casa;
  • Entretenimento;
  • Eletrodomésticos e Ventilação

Já em relação ao faturamento, as classes de produtos que mais geraram receita foram:

  • Telefonia;
  • Eletrodomésticos e Ventilação, Informática e Câmeras;
  • Entretenimento e Móveis;
  • Construção e Decoração;

E em qual região do Brasil foram realizadas mais vendas na Black Friday?

  • Sudeste, com 61,6%;
  • Nordeste, com 15,9%;
  • Sul, com 14,5%;
  • Centro-Oeste, com 55,7%

Já em relação ao gênero, as mulheres fizeram mais compras que os homens, sendo responsáveis por 55,7% dos pedidos realizados. Enquanto isso, os homens somaram 44,3%.

Ainda foi revelado que a idade média do consumidor na Black Friday de 2020 é de 36 anos, e:

  • A maior parte das compras online foi feita por brasileiros de 26 a 35 anos (34,6% do total de pedidos realizados);
  • Em seguida, as compras foram feitas por brasileiros entre 36 e 50 anos, representando 33,2% do total de pedidos realizados;
  • Há também os consumidores com até 25 anos de idade que totalizam 18,9% dos pedidos realizados;
  • Por último, estão os consumidores acima de 51 anos, que representam 13,2% do total de pedidos feitos.

 

 

Expectativas para a Black Friday 2021

Após a recapitulação de como foi a data comemorativa em 2020 vamos agora falar sobre as expectativas para 2021.

Afinal, o mercado segue aquecido! A Ebit Nielsen informa que no primeiro semestre, o e-commerce quebrou recorde de vendas, chegando em R$ 53,4 bilhões em faturamento no Brasil.

E mais: 71% dos brasileiros pretendem fazer compras na Black Friday de 2021, de acordo com um estudo feito pela startup Méliuz, divulgado pela InfoMoney.

Nessa pesquisa, feita com 800 pessoas, surgiu outra porcentagem bem importante: 56% dos entrevistados demonstraram indecisão, já que ainda não sabem se as ofertas que serão oferecidas vão valer a pena.

Por ser a data mais importante do ano, é importante, como já dito anteriormente, levar em consideração o atual cenário econômico e também criar uma estratégia para atrair seus clientes – e isso inclui pensar em alguns fatores importantes, desde o estoque até a logística.

 

 

Como fazer um planejamento estratégico

É importantíssimo pensar em logística, preços e fretes… mas primeiro, vamos falar sobre dicas de organização. Isso pode ser levado em consideração tanto para a Black Friday, quanto para qualquer data comemorativa, lembre-se disso!

  • Planeje um calendário, para ver quais datas comerciais o seu e-commerce pode aproveitar. Pense no nicho do seu negócio e identifique as oportunidades;
  • Defina os objetivos de cada ação promocional: é para atrair clientes? Aumentar o engajamento? Fidelizar clientes? Com essas perguntas é possível organizar ofertas: benefícios na primeira compra, frete grátis, descontos exclusivos, etc.;
  • Use e abuse das frases poderosas do marketing: “desconto nos X primeiros pedidos”; “Oferta relâmpago”, etc.;
  • Importante checar a condição financeira da sua empresa. Não vale pensar em ações sem saber se isso vai afetar o fluxo de caixa;
  • Aproveite essas ocasiões para fazer o chamado “giro de estoque”;
  • Considere o cross-selling – a venda casada. Ou seja, quando o consumidor faz uma compra e é oferecido a ele a possibilidade de comprar outro produto complementar ou serviço adicional;
  • Capriche na divulgação: use os canais principais para alertar os consumidores sobre suas promoções. Use WhatsApp, Instagram, Facebook, e-mail… pense bem nas imagens e nas frases de efeito, além de uma boa apresentação em seu site, caso você tenha um;
  • Se puder investir em mídia paga, considere criar campanhas patrocinadas no Google e em redes sociais;

 

O frete como um grande aliado – ou prejuízo – na Black Friday

Após estudar dados sobre Black Friday de 2020, e também organizar o seu planejamento estratégico, vem outro fator bem importante que deve definir o sucesso nas vendas: o frete.

Primeiro, leve em consideração que, quanto mais caro o frete, maior a chance de seu cliente desistir da compra.

Pensando nisso, vamos considerar algumas questões envolvendo o frete – além de dicas de como amenizar esse eventual problema.

 

Leia este post e aprenda sobre o controle de estoque e a sua importância para o sucesso de seu negócio!

 

O frete grátis vale a pena?

Primeiro, para evitar prejuízos, avalie as possibilidades: considere o frete grátis, por exemplo, para itens pequenos ou para quem mora em regiões próximas. É necessário um bom planejamento para não prejudicar a saúde financeira de seu negócio.

Além disso, considere definir valores mínimos. Veja se fica mais em conta para a sua empresa definir o frete grátis para determinado valor, por exemplo, em compras acima de R$100. Assim, dá para pensar em ações que estimulem o consumidor a comprar mais produtos, para que o frete seja grátis.

O que pode influenciar no valor do seu frete na Black Friday

É bom entender também exatamente quais fatores podem influenciar no preço do frete que você vai oferecer aos seus clientes.

 

Transportadoras

Segundo informações da Intelipost, empresa de tecnologia inteligente para logística, os Correios ainda são responsáveis por 70% das entregas.

Não dependa apenas de um parceiro, opte por trabalhar com diversas transportadoras que possuam diversas opções de entrega. Assim, você oferece mais fretes ao seu consumidor e garante a entrega no prazo prometido.

 

Localização

A logística no Brasil é complicada, devido ao tamanho do território, além de o país contar com diversas regiões com áreas de difícil acesso.

Pensando nisso, há um estudo prévio do caminho da encomenda, levando em consideração qual será o veículo responsável pelo transporte, o tempo e se haverá um esforço humano necessário para a entrega da encomenda. Tudo isso é levado em consideração, pela empresa responsável, na hora de cobrar o frete.

 

O CEP de destino

O que também impacta o valor do frete é a distância entre o local de coleta e de entrega. Afinal, quanto maior a quilometragem percorrida, maior será a taxa cobrada – além de o gasto com combustível ser maior. E como citado anteriormente, as áreas consideradas de risco podem causar o aumento no valor do frete.

 

O preço do produto

O preço da mercadoria, que está contido na Nota Fiscal, é um fator importante na hora de calcular o frete. Ou seja, saber quanto custa o produto torna possível administrar os riscos no momento do transporte.

Além disso, vários impostos e taxas são definidos com base no preço do produto. Quanto mais caro o produto, mais caro é o transporte.

Considere também se vale a pena ou não pagar pelo seguro que é oferecido pelas transportadoras. E lembre-se que é possível evitar esse custo a mais, já que algumas empresas já incluem o seguro no valor final do frete – sem deixar o valor mais caro.

 

Prioridade ou rapidez

O prazo de entrega também depende do fluxo de produção do produto. Ou seja, se o cliente quer prioridade ou mais rapidez no envio, o frete vai aumentar.

Por fim, saiba o que pode também aumentar o valor do transporte:

  • Mercadorias valiosas, como joias e eletrônicos;
  • Alimentos perecíveis ou frágeis;
  • Objetos delicados e com embalagens especiais;

 

Qual é a solução para o frete não prejudicar minhas vendas na Black Friday?

O ideal seria a sua empresa escolher uma plataforma que tenha, em um só lugar, a possibilidade de calcular o frete mais em conta para o seu cliente, pensando em prazo, transportadora e economia.

A Kangu, por exemplo, é uma plataforma de envios que dá acesso à sua loja a opções de fretes mais baratos com diversas transportadoras, como Loggi, Total Express, Buslog, dentre outras, incluindo os Correios, além de já incluir o seguro no valor final do frete.

Além disso, há ainda os Pontos Kangu – estabelecimentos comerciais de bairro que servem como pontos de postagem para o lojista. Esses estabelecimentos, sempre a uma curta distância, são locais que você já conhece: uma papelaria, um pet shop…

Outro benefício é que na Kangu não é necessário contrato, mensalidade ou envio mínimo. Basta fazer o cadastro e começar a usar.

Integrando a Kangu na sua loja com a iSET, diversas opções de envios estão disponíveis direto na página do produto, carrinho de compra e checkout. Com a integração não é preciso digitar todos os dados do pedido manualmente, é tudo automático.

Lojista iSET, pode instalar gratuitamente o módulo da Kangu na sua loja e deixar que seu cliente pague por fretes mais baratos! E é bem fácil, confira aqui o passo a passo.

Leia também:

Não se esqueça de inscrever em nosso blog. Toda semana temos vários posts com muitas dicas e novidades para fazer o seu negócio ir a mil! Siga a gente em nossas redes sociais também: Twitter, Facebook, Instagram, LinkedIn e YouTube.

 

[AULA 11] – Estratégias de Frete com Diogo Inoue da KANGU


Comentários

Comentários

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email

Não perca nenhuma novidade!

Inscreva-se em nossa newsletter para receber em seu e-mail as novidades e posts recentes da iSET

Novidades iSET

Nossas redes sociais