fbpx

Foi a partir de 2010 que a Black Friday passou a ser adotada no Brasil, essa data surgiu nos Estados Unidos e tem se tornado muito esperada por consumidores e varejistas no mundo todo. Desde 2010, a movimentação equivalente desta época do ano só tem crescido.

 

Além do incentivo para aumento nas vendas, a data também é uma oportunidade para que as empresas liberem espaço nos estoques, abrindo vaga para os produtos destinados ao Natal.

Vantagens de participar da Black Friday

A Black Friday é a época do ano em que é possível que os varejistas vendam o equivalente a um mês de vendas em apenas um dia. Porém, o principal foco desse dia não é só obter lucros que serão arrendados em curto prazo, mas uma forma de tornar a sua loja virtual mais conhecida e garantir clientes satisfeitos com o seu serviço.  

 

A Black Friday pode ser duplamente vantajosa. Ou seja, é possível garantir boas compras para os clientes e boas vendas para as lojas. Todo mundo ganha! Mas, para isso, é preciso, antes de qualquer coisa, ter preparação, compromisso e trabalho agilizado. Um bom planejamento – aliado à boa execução – deve ser fundamental. Por isso, vou listar algumas dicas de investimento de tempo e atenção para realizar promoções atrativas e reais na Black Friday. Confira! 

 

Neste post, veja 7 dicas para começar o planejamento do seu negócio e fazê-lo crescer.

Planejamento

Não deixe tudo para em cima da hora! Comece seu planejamento agora mesmo. Analise o setor financeiro, verifique o fluxo de caixa e se existe realmente a possibilidade de realizar ofertas atrativas. Pense nas formas de entrega e de pagamento, atualize o estoque e não se esqueça da divulgação com antecedência.

Curva ABC

A curva ABC é um jeito de categorizar estoques. O objetivo é determinar quais são os produtos mais importantes para a loja. 

 

A categorização é feita assim: a curva A representa o segmento que costuma representar 80% do seu faturamento. Já a curva B, representa bem menos em porcentagem, 15% do faturamento, mas ainda são vendidos com frequência. E a curva C seriam os produtos que ficam encalhados no estoque e representam 5% das vendas totaisSendo assim, no momento de limpar o estoque e fazer promoções, o foco recomendado precisa ser sempre estar nos produtos da curva C.

 

Não coloque tudo em promoção, escolha os produtos de forma estratégica: seja aquele mais desejado, o mais encalhado, o com maior margem, mas faça uma análise antes de sair dando desconto. 

 

Procure relacionar os itens em promoção com outros que têm boa margem, investindo em estratégias de Cross-selling e up-selling. Confira nosso post no blog da iSET que fala mais sobre esse assunto: ‘’Cross-selling e up-selling: o que é e como aplicar no e-commerce?’’.

Atendimento

Uma das dicas mais importantes para investir na sua loja virtual para a Black Friday é sobre o atendimentoLembre-se que, com as vendas, também surgirão clientes com dúvidas, por isso, contar com uma forma de atendimento eficaz preparada para atendê-los é peça chave para o sucesso.

 

Além disso, depois da venda o lojista deverá entregar o produto adequadamente. Por isso, planeje sua logística e execute seus processos de pós-venda da melhor forma possível.

 

Lembre-se de treinar seus funcionários especialmente para a Black Friday, faça isso antecipadamente, principalmente com funcionários temporários (este devem ser contratados antecipadamente). Caso deixe o treinamento e a contratação para última hora, esse processo será muito mais complicado, os erros serão incontornáveis e podem causar graves prejuízos.

 

Utilize nosso cupom “isetjivo” e ganhe 15% de desconto no momento do pagamento, além de 40 dias gratuitos para teste!

Black Fraude

As principais queixas referentes à Black Friday dos últimos anos têm sido em relação às ofertas, como maquiagem de preços e divergência de valores, segundo levantamento do site Reclame Aqui. Foi isso que levou os consumidores a chamarem o evento de “Black Fraude”.

 

A ‘’Black Fraude’’ é o ato de aumentar os preços dos produtos antes da data do evento para depois baixá-los e nomeá-los como “descontos”, que na verdade são falsos e, muitas vezes, o preço é maior do que o normal durante o resto do ano.

 

Diante de todas as vantagens que a Black Friday pode apresentar realizando as estratégias certas, você pode ver que a Black Fraude em vez de uma solução para obter lucros, pode ser uma escolha muito errada:  pode manchar a sua marca e a reputação da seu e-commerce. Por isso, separamos alguns itens do que não fazer na Black Friday e não cair dentro das estatísticas de lojas que fazem Black Fraude.

O que não fazer na Black Friday para manter uma boa reputação

Ter como oferta apenas produtos encalhados 

Deixar que os clientes entendam que suas principais ofertas são ruins e que não vale a pena comprar com você na Black Friday é um erro grave que o ato de ofertar apenas produtos que vendem pode fazer.

 

Não inovar e fazer sempre as mesmas ofertas também pode queimar sua marca fazendo com que seus clientes tenham uma imagem negativa da sua loja virtual. 

Não investir no atendimento

Se você não for ágil e eficiente com o atendimento para lidar com as objeções e dúvidas deles, seus clientes irão comprar com o concorrente.

 

Problemas acontecem, mas não deixe de responder cada reclamação e focar na solução dos problemas para manter uma boa reputação. É importante que os clientes vejam que os problemas que surgiram foram resolvidos e confiem mais na seu e-commerce

 

Se você chegou a conclusão de que existe algo errado com a qualidade no atendimento ao cliente da sua empresa, essas 5 dicas certamente irão te ajudar bastante!

Promoções estranhas e falsas

Não faça o dobro pela metade, pois isso pode não só queimar sua Black Friday online, como pode queimar sua marca e sua reputação! Sem falar das reclamações que você pode eventualmente ter no Procon e no Reclame Aqui, o que dura anos!

 

Não aumente preços antes da Black Friday. Existem vários sites e aplicativos pela web que monitoram média de preços de muitas lojas virtuais durante o ano, por isso essa não pode ser a melhor opção. 

Propaganda enganosa

Certifique-se de vender e entregar aquilo que foi prometido. Verifique seu estoque e o volume de produtos disponíveis para venda para não decepcionar clientes. Lembre-se de manter o valor real do produto do início ao fim do processo de compra. Caso contrário, você poderá ter muito mais problemas do que lucro na Black Friday.

 

Se você seguir as dicas e evitar os erros deste post, você, com certeza, vai ter muito lucro e venderá bastante na Black Friday deste ano e dos próximos também! Espero ter resolvido suas dúvidas! Deixe seu comentário.

 

Não se esqueça de inscrever em nosso blog. Toda semana temos vários posts com muitas dicas e novidades para fazer o seu negócio ir a mil! Siga a gente em nossas redes sociais  também:  Twitter,  Facebook,  InstagramLinkedIn YouTube.

 

O que é BLACK FRIDAY e como se PREPARAR


Comentários

Comentários

Paulo Pina
Sou Empreendedor há 15 anos e CEO da iSET. Responsável por todo processo decisório além das estratégias de negócio e e-commerce. Nas horas vagas sou inventor na Vixon Jukebox.
Post criado 8

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo
snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflake snowflakeWordpress snowstorm powered by nksnow