fbpx

Um mercado múltiplo, que cada dia que passa nos surpreende pela sua evolução e desempenho na América, o e-commerce promete muito para os próximos anos! O mercado de varejo online deverá crescer de 17% a 25% até o final de 2020, de acordo com estudo da consultoria PwC. 

 

Segundo levantamento feito pela Nielsen, o setor já apresentava forte crescimento em 2018, faturando mais de 53 bilhões de reais no período e expandindo 12% em relação a 2017. Foi preciso apenas um semestre em 2019 para que o mesmo percentual fosse alcançado — mais 12% de crescimento do faturamento, demonstrando o potencial ainda latente e a demanda cada vez maior do público por esse modelo de varejo.

 

2020 pode ser o ano em que o comércio online global finalmente quebre a barreira dos 50% do total de compras no varejo, a maioria delas será feita online por lojas virtuais e aplicativos de lojas, afinal, mais de um quarto da população brasileira vai fazer compras online em 2020!

 

O e-commerce, ou comércio eletrônico, invadiu o dia a dia das pessoas. Não é a toa! Cada vez mais pessoas estão preferindo a comodidade de comprar em casa no lugar do corre-corre das ruas e shoppings. As lojas virtuais, entretanto, oferecem muito mais do que praticidade e comodidade ao consumidor. Também oferece muitas vantagens para o lojista!

 

Separamos, neste post, os principais benefícios para quem quer empreender no oceano azul que é o e-commerce. Confira:

Possibilidade de personalização

Uma loja virtual permite que o gestor possa modificar o layout, adicionar ferramentas, entre outras medidas personalizadas para o seu público-alvo — algo que nem sempre é possível em um marketplace ou rede social.

 

A experiência do usuário, na internet, é uma pauta frequente entre os empreendedores de marketing digital. O design para e-commerce ajuda a atrair público, diminuir taxas de abandono, tornar o processo e a experiência de compra para seu cliente melhor e a melhorar a sua visibilidade diante da concorrência.

 

São milhões de oportunidades

O comércio via internet é um dos setores que mais crescem na economia. Segundo o Sebrae, são mais de 30% ao ano. A estimativa é que o setor tenha um faturamento de R$ 35 bilhões em 2014, para um público de cerca de 60 milhões de e-consumidores. É praticamente 1 terço da população brasileira conectada fazendo compras. Mesmo com ótimos números, ainda há uma grande parcela da população que nem começou a acessar a internet.

 

O advento de smartphones e tablets de baixo custo, além das conexões 3G cada vez mais acessíveis está mudando este panorama. O Brasil está cada vez mais conectado! Com isto, o mercado de e-commerce também não para de crescer.

Você pode alcançar mais potenciais clientes

Enquanto uma loja física atende clientes regionais, a Internet não tem fronteiras. Seu cliente pode estar em qualquer lugar do país ou até do mundo.

 

A loja virtual permite aumentar o alcance da marca. Isso porque é possível trabalhar apenas com a imagem de sua marca de forma mais exclusiva, investir em técnicas de marketing especificamente. Estratégias de marketing digital focadas na atração de clientes são muito mais efetivas para lojas virtuais.

 

Além disso, uma loja virtual fica aberta 24 horas por dia. A qualquer hora do dia, qualquer dia da semana, seu cliente consegue pesquisar, ver e comprar seus produtos.

Flexibilidade e controle

O e-commerce oferece um nível de controle muito maior para o empreendedor. Seja no acompanhamento de vendas, gerência de estoque ou monitoramento do consumidor, as ferramentas online possibilitam uma gestão mais inteligente e maior controle sobre os processos da empresa.

 

Com um bom sistema de loja virtual, administrar as vendas, fornecedores e faturamentos se torna uma missão muito mais simples! É possível gerar -com facilidade- relatórios completos, aprimorando suas estratégias e controlando seus investimentos. O sistema pode também gerenciar seu estoque, atualizando a disponibilidade de produtos em tempo real. É possível até controlar um estoque a partir de múltiplas localidades.

 

Isto permite que sejam usados produtos de estabelecimentos parceiros dentro da sua loja automaticamente!

 

Leia este post e aprenda sobre o controle de estoque e a sua importância para o sucesso de seu negócio!

 

Outro aspecto que ajuda o lojista é a capacidade de entender seus clientes e segmentar seu público. Coletando dados e preferências do seu consumidor, se consegue promover conteúdo, direcionar promoções e otimizar seu site baseado nos gostos e preferência do seu público. Receita certa para bons resultados.

Baixo custo de manutenção

Se comparado a qualquer negócio físico, uma loja virtual tem custos de implantação e manutenção mais baixos, principalmente quando você precisa ampliar seu mercado.

 

Além disso, em uma loja virtual é possível modificar o layout, adicionar ferramentas, entre outras medidas personalizadas para o seu público-alvo — algo que nem sempre é possível em um marketplace ou rede social  — de forma gratuita!

Exposição da marca e do produto

No mercado online, expor sua marca e torná-la reconhecível é uma tarefa mais fácil. Não há necessidade de orçamentos milionários e investimentos em ônibus e outdoors. Ferramentas como o AdWords do Google e Facebook Ads permitem que se faça a exibição de comerciais direcionados para o público específico da sua loja. Há ainda o universo das redes sociais, que são uma ótima solução para promover e engajar seu público.

Profissionalismo e segurança

Tendo uma loja virtual, você tem um espaço que é totalmente seu. É estável e seguro. Lá estão todos os seus clientes fiéis e seus produtos cadastrados.

 

As tecnologias empregadas nas grandes plataformas de e-commerce incluem um alto nível de segurança.

 

Comprar pela internet não inspira mais tanta desconfiança quanto no passado. O e-commerce conquistou o consumidor e tem um espaço no mercado muito bem consolidado.

 

Pouco importa o porte do negócio – quando o consumidor compra em uma loja virtual, tem a sensação de estar lidando com uma empresa séria, profissional e segura, o que nem sempre acontece em uma transação via rede social, por exemplo.

 

Retorno sobre investimento mais rápido

No e-commerce o investimento inicial para começar seu negócio é muito mais baixo. O custo para se criar uma loja online é pequeno e não envolve gastos como aluguel e reforma de espaços, que são indispensáveis às lojas físicas. Como é rápido e barato começar a sua operação, os retornos também vêm com maior agilidade!

 

Como não estão amarradas à estrutura física do varejo tradicional, o e-commerce também reage mais rápido às mudanças no mercado. Fazer promoções ou alterar o seu mix de produtos, seja em função de uma oportunidade favorável ou mesmo à sazonalidade é um processo rápido e de baixo custo nas lojas virtuais.

 

Seja para estender a atuação da sua loja física ou começar um novo negócio, o investimento no e-commerce mostra-se cada vez mais uma ótima opção para os empreendedores.

Maior visibilidade dos produtos

Um cliente que entra em uma loja virtual consegue de modo muito mais fácil encontrar qualquer produto que você vende. Com ferramentas de pesquisas e filtros, o consumidor encontrará o que deseja de forma rápida e fácil.

 

Diferentemente das redes sociais, nas quais informações acabam se perdendo no fluxo constante de postagens; e marketplaces, onde os anúncios de seus concorrentes fica ao lado do seu, as lojas virtuais são organizadas e de fácil navegação. 

 

Não se esqueça de inscrever em nosso blog. Toda semana temos vários posts com muitas dicas e novidades para fazer o seu negócio ir a mil! Siga a gente em nossas redes sociais também:  TwitterFacebookInstagram eYouTube.

 


Comentários

Comentários

Equipe iSET
Somos os maiores especialistas em e-commerce no Brasil! Quer começar sua loja virtual? Fale conosco.
Post criado 193

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo