Como vídeos no YouTube podem fazer parte de uma estratégia de SEO?

Atualmente, os vídeos na internet estão dominando as redes sociais e todos os meios de comunicação online. Cada vez mais, observamos a tendência de conteúdos nesse formato aumentar independente do nicho.

Não é atoa que o YouTube é uma das redes sociais mais populares no Brasil e segundo mecanismo de busca mais usado no mundo!

Entretanto, marcas que usam os vídeos no YouTube para se autopromover não podem subestimar a plataforma. É preciso usar estratégias bem pensadas para se dar bem nessa rede social.

Você precisa entender de SEO.

Como dito acima, o Youtube também funciona como um mecanismo de busca. Então, também é preciso usar técnicas de otimização.

Com estratégias de SEO para YouTube, você poderá ter vídeos trabalhando a seu favor no YouTube e no Google, uma vez que os vídeos no YouTube também aparecem nos resultados de pesquisa do Google.

Quer saber como os vídeos no YouTube podem fazer parte das suas estratégias de SEO? Leia o post até o final!

 

O que é SEO para Youtube?

Primeiramente, é essencial entender bem o que é SEO.

SEO (Search Engine Optimization m inglês) são um conjunto de estratégias que tem o objetivo de melhorar o posicionamento de um site nos mecanismos de busca, como o Google, que é o principal buscador no mundo.

Essas estratégias envolvem várias técnicas e práticas que vão desde a produção de conteúdo até questões de programação para melhorar o site para os algoritmos responsáveis pelos resultados de busca.

Mas as técnicas de SEO não são usadas somente em mecanismos de busca, elas podem e devem ser usadas nas redes sociais também.

Os algoritmos que ditam a posição dos resultados de pesquisa fazem essa escolha de acordo com a qualidade do conteúdo que está sendo entregue, sempre objetivando a melhor experiência de usuário.

Sendo assim, o YouTube também usa isso em sua plataforma e por esse motivo, você deve se preocupar com a qualidade dos seus vídeos para melhorar as suas estratégias de SEO como um todo.

O seu canal e os seus vídeos devem estar otimizados. É dessa forma que o Youtube vai entender que o seu conteúdo é de qualidade e que ele merece ter destaque.

Pensando nisso, separei algumas dicas essenciais para você usar os vídeos no YouTube na sua estratégia de SEO e indexar melhor nos resultados de busca do Google e do próprio YouTube! Vamos lá!

 

Estratégias de SEO para otimizar seus vídeos no Youtube

O YouTube, em seu algoritmo, leva em consideração vários fatores para posicionar os resultados de busca.

Alguns desses fatores são relacionados ao próprio usuário da plataforma, como o histórico de navegação e de pesquisa. Sobre isso, você não terá muito controle.

Mas isso é bom, pois assim você só alcançará pessoas que tenham interesses no seu nicho de mercado, atraindo potenciais clientes para a sua marca e não qualquer usuário do YouTube.

Com isso, também é possível melhorar seus vídeos no YouTube para aparecer mais para esses potenciais compradores, através de técnicas de SEO para Youtube.

Vamos ao que interessa? Confira abaixo estratégias para usar vídeos no YouTube nas suas estratégias de SEO!

 

E-book 6 Estratégias pouco exploradas por quem vende em e-commerce

 

Análise e uso de palavras-chave

As palavras-chave são mais que essenciais para suas estratégias de SEO para YouTube, pois elas funcionam assim como no Google. Por meio delas, os mecanismos de busca identificam o assunto do seu vídeo ou conteúdo e indexa eles para as buscas dos usuários.

Para que isso aconteça, é preciso usar algumas técnicas que são resultados de pesquisas de especialistas na área.

As suas palavras-chave devem ser inseridas em determinados campos, como: título, tags e descrição. Assim, o YouTube saberá sobre o que se trata seu conteúdo e poderá rankeá-lo.

Portanto, você precisa saber quais palavras-chave melhor identificam os seus vídeos e, ao mesmo tempo, têm potencial para atrair mais espectadores ao seu canal.

 

Busca de palavras-chave:

Para achar as melhores palavras-chave para os seus vídeos no YouTube, é preciso saber fazer uma boa pesquisa com foco no SEO para YouTube.

Primeiramente, você pode usar uma ferramenta básica do YouTube: o autocomplete da barra de busca. Ela serve para facilitar a busca dos usuários, com base nos termos que costumam ser mais procurados na rede.

 

 

Por isso, ela também pode ajudar os criadores: você pode ter novas ideias de palavras-chave que tenham bastante procura na rede e, assim, aumentar o potencial de visualização dos seus vídeos.

Outro passo da pesquisa de palavras-chave é observar o que os seus concorrentes estão fazendo. Os seus concorrentes também podem ajudar você!

Para isso, visite os canais que são autoridades no seu nicho. Se eles possuem uma boa audiência e muitas visualizações, provavelmente eles adotam as boas práticas de SEO para YouTube e sabem como usar as palavras-chave. Então, analise quais são os termos que eles usam nos seus vídeos mais populares.

Além disso, você também pode analisar as estatísticas do seu canal. Dentro da análise de origem do tráfego, estão os termos mais usados para chegar até os seus vídeos. Ali, você pode encontrar inspirações para gravar novos conteúdos ou incluir palavras-chave nos seus uploads.

Além de todas essas alternativas, você ainda pode usar o Google Trends, que é uma ferramenta gratuita do Google que mostra tendências de pesquisa (é possível filtrar apenas buscas no YouTube) e serve para identificar temas em alta.

 

Crie um título chamativo e criativo

Depois de fazer a sua seleção de boas palavras-chave, o próximo passo é aprender a criar títulos chamativos e criativos.

Como dito no tópico anterior, as palavras-chave precisam aparecer nos títulos dos seus vídeos no YouTube. Esse é um dos fatores mais importantes para o YouTube fazer a indexação e o rankeamento do conteúdo.

E, para que o vídeo apareça bem posicionado, o título deve ser o mais próximo possível da busca do usuário.

Por exemplo, no vídeo do aulão iSET sobre a criação e estratégias de um blog para e-commerce, a principal palavra-chave é “Blog para e-commerce” e aparece logo no início do seu título.

 

 

Além disso, prefira títulos mais curtos para aumentar o seu desempenho na plataforma, pois as primeiras posições nos resultados de pesquisa geralmente apresentam títulos mais objetivos, sendo, em média, 47-48 caracteres no título (o máximo é 100 caracteres).

  • Dica: procure manter os seus títulos mais concisos e com a palavra-chave exata.

Essas constatações não são regras, mas vale a pena considerá-las para usar seus vídeos no YouTube em suas estratégias de SEO.

Também é importante lembrar que o título do vídeo pode ser o primeiro contato do usuário com o seu conteúdo. Portanto, ele precisa descrever o que os espectadores vão assistir, mas também instigá-los a clicar no seu vídeo.

 

Use tags nos seus vídeos no YouTube

Diferentemente do Google, as tags ou marcadores são essenciais para o rankeamento de vídeos no YouTube.

Elas são um dos fatores que o YouTube utiliza para identificar os assuntos de um vídeo e fazer a indexação correta, mas também para fazer a recomendação de vídeos relacionados, uma importante fonte de tráfego para os seus vídeos.

  • Dica: é aconselhável usar entre 6 e 8 tags, para não confundir o algoritmo com termos que se distanciam do seu conteúdo.

 

Escreva descrições interessantes e completas

A descrição é outro campo importante que deve ser preenchido com atenção e carinho no upload dos vídeos no YouTube. Ela deve trazer informações sobre o que o vídeo fala da maneira mais descritiva possível.

Se o título precisa ser conciso, a descrição pode ser mais longa e detalhada. O tamanho máximo permitido é 5.000 caracteres.

A descrição é essencial para o rankeamento dos seus vídeos no YouTube por 2 motivos:

 

1- Instrumento de persuasão

A descrição pode ser um instrumento de persuasão para que os usuários acessem os seus vídeos no YouTube, já que o trecho inicial da descrição aparece nos resultados da busca.

Por isso, mantenha as principais informações no início do texto. Procure criar uma descrição atraente para aproveitar o potencial dela. Assim, você pode aumentar o engajamento do vídeo e ganhar pontos no SEO para YouTube!

 

2- Aumentar as chances de rankeamento

A descrição também serve para que o algoritmo da plataforma identifique o conteúdo do vídeo. Por isso, aqui você deve incluir as palavras-chave que representem os temas tratados no vídeo.

Assim, você aumenta as chances de rankeamento para esses termos. Por isso, aproveite a descrição para adicionar mais informações e engajar os usuários de outras formas.

No texto, você pode incluir chamadas para ação (CTAs), como um convite a se inscrever no canal ou fazer download de algum material no seu site.

Outra ideia é usar marcações de tempo para direcionar o espectador a determinados conteúdos de destaque dentro do vídeo, especialmente em conteúdos mais longos.

É possível também inserir hashtags no texto, que geram links para os usuários encontrarem novos vídeos sobre aquele termo.

  • Mas não exagere: se tiver mais que 15 hashtags na descrição do vídeo, o YouTube ignora todas elas!

 

Nome do arquivo

Você sabia que as técnicas de SEO para YouTube começam antes mesmo de fazer o upload do vídeo? É verdade!

Isso se dá porque o nome do arquivo do seu vídeo também é importante!

Em vez de subir o vídeo com um nome cheio de códigos e números (ex.: VID_94800805.mp4), que é incompreensível para o YouTube, utilize um nome descritivo com a palavra-chave inserida.

  • Exemplo: como-fazer-seo-para-youtube.mp4

Assim, a plataforma consegue identificar, já no nome do arquivo, sobre o que ele trata.

 

Faça as legendas dos vídeos no YouTube

O algoritmo do YouTube não é capaz de ler imagens e vídeos — ele só entende textos e códigos.

Por isso, uma das estratégias que você pode adotar para que ele entenda do que se trata o seu conteúdo é fazer transcrições e legendas.

Você pode fazer essa transcrição manualmente por conta própria ou utilizar a ferramenta do YouTube que facilita esse trabalho.

Ao adicionar marcações de tempo na transcrição, você pode também transformá-la em legendas.

Elas servem para que os usuários possam acompanhar o vídeo mesmo se não puderem acionar o áudio e funcionam como ferramenta de acessibilidade para pessoas surdas.

Além de adicionar as legendas, você também pode usar o texto da transcrição na descrição do vídeo para dar mais informações sobre o vídeo aos espectadores.

 

 

Metadados

Um dos principais pontos para se analisar depois de criar seus vídeos são os chamados metadados, que nada mais são que os títulos, tags e descrições otimizadas para seu conteúdo de vídeo do YouTube.

Os metadados ajudam o YouTube a indexar seu conteúdo, desta forma seus vídeos são encontrados mais facilmente na busca orgânica, consequentemente aumentando o número de visualizações.

Outro ponto é que com os metadados otimizados a chance de seu vídeo aparecer como vídeo relacionado em canais que possuem conteúdo semelhante também aumenta.

 

Procure aumentar o engajamento do público

Receber comentários e likes ou aumentar o tempo de visualização do vídeo não estão sob controle do canal, que pode apenas estimular os usuários a interagirem mais. E isso tem um grande peso para o algoritmo!

Portanto, sempre incentive que os seus espectadores interajam de alguma forma com seus vídeos no YouTube. Confira algumas dicas para fazer isso:

  • Peça para as pessoas curtirem seu vídeo;
  • Incentive os comentários falando que pode responder dúvidas. Uma das melhores formas de incentivar comentários e respondê-los!
  • No final do vídeo, lembre as pessoas para se inscreverem no seu canal, assim elas poderão acompanhar seus conteúdos na plataforma;
  • Fale para os espectadores compartilharem os vídeos com os amigos nas redes sociais, assim mais pessoas podem aprender com suas dicas.

 

Você sabe exatamente o que é marketing digital, como ele funciona e quais os seus benefícios para seu e-commerce? Leia nosso post para aprender tudo sobre o assunto

 

Todos esses fatores pesam bastante no rankeamento do YouTube, pois indicam se o seu vídeo atendeu (ou superou) as expectativas dos usuários.

Além disso, também é importante adotar estratégias para manter o usuário engajado com o vídeo até o final. Esse é um importante fator para o Google avaliar se você está oferecendo algo que realmente interessa à audiência.

De outra forma, o público abandonaria o vídeo rapidamente, o que pesa negativamente no rankeamento. Você pode, por exemplo, prometer algum bônus para quem assistir ao vídeo até o final.

Esse bônus pode ser, por exemplo:

 

Divulgue seus vídeos no YouTube

Depois de seguir todas as dicas e estratégias de SEO para YouTube e entender como colocar tudo isso em prática, você ainda tem mais algumas ações essenciais para fazer.

Não basta apenas esperar que seus vídeos no YouTube sejam assistidos. É preciso fazer a divulgação dele em todos os canais que você tem e usa para a sua marca.

Então, por último mas não menos importante, faça a divulgação dos seus vídeos no YouTube.

Isso pode aumentar a interação da audiência com seus vídeos e levá-las até o seu canal.

Ao otimizar o título, a descrição e as tags dos seus vídeos, você já vai aumentar a visibilidade dentro do próprio YouTube.

Porém, você deve ter outros diversos canais de marketing que podem ser usados para divulgar os vídeos fora do YouTube e aumentar as visualizações.

 

Blog

Incorpore os vídeos no YouTube em posts do seu blog que tenham assuntos relacionados.

Desse modo:

 

 

Assim, as pessoas que não quiserem ler ou desejarem aplicar os conhecimentos no assunto, podem assistir seus vídeos dentro mesmo do seu blog.

 

Loja virtual

Produza vídeos institucionais e de demonstrações de produtos para divulgar na sua loja virtual e colocar nos catálogos de produtos.

Isso irá agregar bastante na experiência dos seus clientes dentro do seu e-commerce e ainda pode aumentar as suas conversões de vendas, uma vez que os reviews são grandes motivadores de compra!

 

Existem diversos fatores que ajudam a determinar uma boa experiência de compra, e é por isso que neste post, apresentamos 14 dicas essenciais para você utilizar em seu e-commerce!

 

E-mail

Divulgue nos conteúdos de e-mail marketing e na assinatura do e-mail o seu canal e chame as pessoas para se inscreverem também. Também vale criar newsletters dos seus vídeos no YouTube, por exemplo.

 

Redes sociais

Faça a divulgação dos vídeos no YouTube nas suas redes sociais também, tente utilizar o máximo de recursos disponíveis. Por exemplo, no Instagram, você pode usar o post feed, o reels, o stories…

 

 

Grupos

Participe de grupos, fóruns e sites de perguntas e respostas (como o Quora) e responda os usuários com vídeos do seu canal. Você poderá atingir novas pessoas com isso.

Em qualquer um desses tipos de divulgação, lembre-se de uma palavra essencial: relevância. Ou seja, insira seus vídeos no YouTube apenas em contextos em que eles forem relevantes, que agreguem valor ao usuário que está consumindo o seu conteúdo.

Não adianta colocar os vídeos onde eles não irão agregar valor. Isso só vai resultar em frustração para o usuário, que vai acessar o seu vídeo e logo abandoná-lo porque não era aquilo que ele estava procurando. Entendeu?

Agora que você já leu todo o artigo e já sabe todas as estratégias que você deve seguir, lembre-se do porquê: melhorar a experiência do usuário. Afinal, esse também é o objetivo do Google e do YouTube.

Se seus vídeos no YouTube visam a boa experiência do usuário na internet, o algoritmo reconhece seus esforços.

Então, fazendo todas as otimizações que citamos no post, você poderá alcançar muito mais pessoas online.

Espero que eu tenha te ajudado a entender melhor como usar os vídeos no YouTube nas suas estratégias de SEO.

Agora é com você! Coloque a mão na massa e otimize já os seus vídeos no YouTube para melhorar o seu SEO!

Boa sorte e boas vendas!

Não se esqueça de inscrever em nosso blog. Toda semana temos vários posts com muitas dicas e novidades para fazer o seu negócio ir a mil! Siga a gente em nossas redes sociais também: Twitter, Facebook, Instagram, LinkedIn e YouTube.


Comentários

Comentários

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email

Não perca nenhuma novidade!

Inscreva-se em nossa newsletter para receber em seu e-mail as novidades e posts recentes da iSET

Novidades iSET

Nossas redes sociais