7 motivos para o abandono de carrinhos na sua loja e como resolver cada um

Nesse artigo você vai aprender:

Você sabe o quão importante é recuperar carrinhos abandonados e o quanto eles impactam no lucro da sua empresa?

Conforme a Cartstak para cada 3 mil reais que sua empresa vende, de forma despercebida, você está deixando de vender outros 7 mil, que acabam escapando por visitantes distraídos que não finalizaram a compra.

Mas por qual motivo as pessoas escolhem os produtos e não terminam a compra?

Nesse artigo, vamos falar um pouco sobre 7 motivos para o abandono de carrinho e como resolvê-los.

 

Quando acontece o carrinho abandonado?

O carrinho abandonado acontece quando o cliente escolhe os produtos em uma loja virtual, coloca eles no carrinho, mas, por algum motivo, não finaliza o pedido.

O carrinho virtual é parecido com aquele que usamos no supermercado, ou seja, é nele que o cliente escolhe o que vai comprar, analisa o preço e a quantidade dos itens.

Porém, ao contrário do carrinho físico, o virtual possui uma taxa de abandono bem maior.

Conforme a Moosend, a taxa média de carrinhos abandonados em todo mundo é de 74,52%. Na América-latina a taxa chegou a 75,3%.

 

Carrinhos-abandonados

 

A pesquisa mostra também que as variações entre os abandonos podem ser grandes de um setor para o outro.

No setor de moda as taxas ficam entre 67,6%, já no de viagens elas alcançam 82,2%, por exemplo.

E é por isso que separamos os principais motivos para abandono de carrinhos e como resolver cada um.

 

Carrinhos-abandonados

 

1- Falta de confiança na sua loja virtual

A falta de confiança na sua loja virtual é um dos fatores principais capazes de gerar carrinhos abandonados.

A prática de comprar online é relativamente recente, por isso, transmitir confiança ao cliente é essencial na hora de conquistá-lo.

A política de privacidade da sua loja virtual deve ser bem desenvolvida, capaz de demonstrar seu compromisso com o sigilo das informações de forma clara.

Busque deixar bem claro como os dados fornecidos são armazenados. Também é interessante deixar em destaque quais as razões para pedir informações pessoais dos compradores.

 

 

O selo de segurança é um dos componentes mais importantes em uma loja virtual. Procure posicionar o selo em um local o mais visível possível.

Outra forma de conquistar a confiança do consumidor é utilizar intermediadores de pagamento conhecidos pelo público.

Por último, exponha os feedbacks, na página de vendas dos produtos ou na home da loja virtual, depoimentos de clientes que já compraram produtos da sua marca.

Esse modelo de testemunho consegue ativar o gatilho mental de prova social, demonstrando a todos os visitantes que o seu e-commerce é confiável.

 

Você sabe o que é o certificado de segurança SSL e porquê ele é essencial em sua loja virtual? Saiba aqui!

 

2- Evite de qualquer forma o frete alto

Alguns vendedores oferecem preços acessíveis em seus produtos e para “compensar”, pedem o frete acima do normal. Essa atitude intimida o cliente na hora de terminar a compra e aumenta as chances dele desistir.

Para resolver o problema do frete alto, é importante antes de tudo ser justo em relação ao frete, além disso, ofereça opções de frete gratuito no seu carrinho de compras.

Se sua empresa vende produtos com o ticket baixo e o valor mínimo para obter frete grátis é alto, uma possibilidade é diminuir o pedido mínimo para o frete grátis.

Além disso, é importante investir em opções de envio rápido, conforme a Moonsend, a demora na entrega é responsável por 18% dos carrinhos abandonados.

 

 

3- Verifique se seu checkout é eficiente

Existem muitos fatores no próprio checkout capazes de distrair um cliente durante o processo de compra.

Uma dica legal para otimizar o checkout da sua loja é deixar claro a sequência de passos necessários, onde o consumidor está e quanto falta para ele finalizar a compra.

Além disso, é importante deixar os dados do pedido sempre visíveis e permitir ao cliente retornar às etapas anteriores se precisar.

Outra ação interessante é na hora de solicitar informações de cadastro, procure focar somente nos dados mais essenciais como, por exemplo:

  • Nome;
  • Telefone;
  • CPF;
  • E-mail;
  • Endereço de entrega;
  • Dados para pagamento.

 

Carrinhos-abandonados

 

Oferecer a opção de login via conta do Google ou Facebook também é uma ótima ideia capaz de agilizar o checkout, visto que, assim, o consumidor não precisará ficar digitando seus dados para acessar a conta.

Como você já pode perceber, o checkout tem um grande impacto na decisão de compra dos clientes.

Uma ótima opção para evitar carrinhos abandonados por possuir um checkout muito complexo é aderir ao checkout transparente.

Trata-se de uma funcionalidade que mantém o consumidor no site da loja virtual na hora de concluir a compra, sem redirecioná-lo para outra página.

Dessa forma, o cliente tem uma experiência de compra agradável além de se sentir mais seguro para inserir seus dados de pagamento e concluir a compra, evitando o aumento da taxa de carrinhos abandonados.

 

4- Custos inusitados

Quando falamos de custos inusitados nos referimos ao momento que o consumidor vai terminar sua compra, chega no checkout e descobre que o preço apresentado na vitrine, está associado ao produto de uma cor ou tamanho específicos, por exemplo.

Ainda conforme a pesquisas da Moosend, esse motivo é responsável por 23% dos carrinhos abandonados, ou seja, é pior que ser surpreendido pelo valor do frete.

Ao escolher outras alternativas para o item e ver que o preço aumenta, o cliente sente que foi iludido por uma oferta chamativa.

Por isso, é essencial que seus produtos tenham anúncios e informações claras e totalmente sinceras!

Faça o possível para não surpreender o seu cliente com gastos extras, deixe claro que o valor do produto pode variar de acordo com algumas singularidades.

Informar o valor do frete na etapa anterior à compra também é uma ótima ideia.

 

Carrinhos-abandonados

 

5- Não tenha poucas formas de pagamento

Um dos motivos capaz de gerar muitos carrinhos abandonados é a falta de opções de pagamento.

Se o cliente não encontrar o que ele quer, seja boleto, PIX, crédito ou outras, existem grandes chances dele desistir da compra.

Ou ainda, se optar por usar cartão de crédito, mas não encontrar sua bandeira entre os ícones exibidos pela loja, vai supor que não é aceito, também desistindo da compra.

Portanto, ofereça ao consumidor todas as opções possíveis de pagamento de maneira clara na loja.

Providencie todos os meios de pagamento relevantes para seu público, desde cartões de crédito com bandeiras distintas até débito online e boleto bancário.

Também é importante apresentar opções de parcelamento flexíveis no carrinho de compras para englobar um número ainda maior de potenciais clientes.

 

Entre os diversos meios de pagamento disponíveis no mercado atualmente, você sabe definir qual a melhor opção para sua loja virtual? Veja alguns meios de pagamento aqui!

 

6- Falta de atendimento e informações

Em uma empresa física é possível tirar todas as dúvidas a respeito de um item antes de finalizar a compra.

Já na loja virtual, isso é mais complexo, por isso a importância do atendimento ao cliente.

Sendo assim, é recomendado que seu negócio tenha um FAQ acessível com perguntas frequentes, que expliquem o passo a passo sobre envios, pagamentos, trocas e devoluções.

Também é interessante oferecer um chat ao vivo, para que o visitante possa tirar dúvidas e se sentir mais convicto para fechar a compra.

Dessa forma os consumidores ficaram mais seguros para finalizar suas compras e sua empresa diminui o número de carrinhos abandonados.

 

7- Mantenha o carrinho salvo

Sabe quando o cliente abandonou o carrinho, saiu do seu site, no outro dia ele voltou para o seu site.

Por mais que pareça simples, mas muitas empresas não salvam os carrinhos dos clientes, isso não é o ideal.

O ideal é que você deixe o carrinho do consumidor salvo, visto que existem carrinhos abandonados por pessoas que não podiam concluir o processo de compra naquele momento.

Se o cliente voltar para o seu site e não encontrar o carrinho dele, é muito provável que ele não monte novamente aquele carrinho, aumentando assim o número de carrinhos abandonados e que sua empresa não recuperou.

Portanto, crie esse sistema dentro da sua loja virtual para que o carrinho do consumidor seja salvo.

 

Dicas bônus:

8- Utilize o e-mail marketing para ajudar nas conversões

Essa dica é clássica, a maioria das estratégias para recuperar carrinhos abandonados envolve e-mail marketing.

Já que para o cliente montar um carrinho teve que realizar um cadastro mínimo, você provavelmente já possui o e-mail dele. Portanto, use esse dado de forma eficiente, como, por exemplo:

  • Lembre que aquele carrinho está abandonado;
  • Ofereça descontos para incentivá-lo a concluir a compra;
  • Informe sobre a possibilidade de frete grátis;
  • Ofereça descontos para as próximas caso ele finalize seu pedido dentro de X horas.

 

Como você pode perceber durante o post, existem diversos motivos capazes de gerar carrinhos abandonados, em contrapartida, sua empresa deve ser ágil e se organizar para inibir ao máximo esse abandono.

Agora resta a você escolher qual dessas dicas se encaixa melhor no seu modelo de negócio e conseguirá prevenir o abandono de carrinhos na sua loja virtual.

Neste post, conheça mais sobre o e-mail marketing e como ele pode mudar a visão dos seus clientes em relação ao seu negócio!

 

Leia também:

 

Não se esqueça de se inscrever na nossa Newsletter! Toda semana temos vários posts com muitas dicas e novidades para fazer o seu negócio decolar!


Compartilhe esse conteúdo!

Não perca nenhuma novidade!

Inscreva-se em nossa newsletter para receber em seu e-mail as novidades e posts recentes da iSET

Novidades iSET

Nossas redes sociais