4 erros que você deve evitar ao realizar o controle financeiro de seu negócio online

A falta de um controle e planejamento financeiro, tem sido uma das causas do fechamento de muitas empresas que iniciam suas atividades no mercado. Assim, se o seu negócio não está indo bem, a causa pode estar, justamente, em um controle financeiro deficitário ou realizado de forma inadequada.

 

Às vezes, seja por inexperiência ou mesmo por desconhecimento, alguns empreendedores e gestores, acabam negligenciando a importância do controle financeiro para o seu negócio e cometem alguns erros que podem colocar em risco, não só o futuro do seu negócio como também a saúde financeira de sua família.

 

Conheça algumas ferramentas que podem ser muito úteis na gestão financeira de seu negócio.

Vários são os erros que se pode cometer, ao realizar o controle financeiro e, muitos deles, podem ocorrer diariamente, independente do tamanho de sua empresa.

 

Portanto, a fim de evitar o acúmulo de problemas que podem gerar grandes perdas no futuro ou mesmo a estagnação e possível quebra de seu negócio, é imprescindível ficar atento na realização de seu controle financeiro, tornando-o o mais eficiente possível, procurando evitar erros que venham comprometer o futuro de seu negócio.

 

Será que você tem cometido alguns desses erros?

 

Convido você a conhecer 4 desses erros que devem ser evitados, no dia a dia de seu negócio. Vamos lá?

1. A falta de um planejamento financeiro estratégico

Não basta apenas abrir uma loja e colocar produtos à venda. É preciso mais que isso. É preciso planejamento, buscar conhecer o mercado e os seus possíveis concorrentes, conhecer o seu público e a melhor forma de interagir com ele.

 

É preciso também realizar uma previsão de seus custos e de suas receitas, além de calcular, muito bem, o valor de venda de seu produto ou serviço, que seja compatível com o mercado e que seja capaz de cobrir seus custos e ainda auferir algum lucro.

 

Você deve calcular o faturamento ideal, para que seu negócio possa, no mínimo, atingir o ponto de equilíbrio, onde receitas sejam iguais à despesas, além de possuir uma reserva financeira, capaz de cobrir os seus custos operacionais, até que a empresa venha a obter lucro, suficiente, para se manter sozinha.

 

Aprenda a definir objetivos claros para alcançar suas metas de maneira eficiente.

Ao planejar o seu controle financeiro é indispensável que você determine o registro de todas as entradas e saídas do caixa de sua empresa e, mesmo que os números não sejam precisos e ocorram ganhos maiores ou menores do que aqueles que foram estipulados, é necessário que se realize a projeção desses ganhos, levando-se em conta os vários tipos de cenários futuros que podem ocorrer.

 

Principalmente, em tempos de crise, este planejamento será fundamental para antever situações e permitir a manutenção da empresa no mercado.

2. Não investir em boas ferramentas de controle financeiro

Investir em boas ferramentas de controle financeiro é muito importante, pois, deixar tudo apenas no “caderninho” será uma forma de colher resultados ruins e imprecisos, além de impossibilitar o cálculo das projeções futuras de seu negócio.

 

Com a utilização de ferramentas de controle, como planilhas e softwares de gestão financeira, será possível obter relatórios completos, capazes de oferecer dados importantes, relativos à saúde financeira de seu negócio, além de possibilitar projetar a situação futura do mesmo.

 

Os dados obtidos, através do uso destas ferramentas, serão mais precisos e contribuirão para auxiliar nas tomadas de decisões e consequentemente no resultado da empresa.

 

Ao realizar um eficiente controle financeiro de seu negócio, é possível:

 

  • Manter a competitividade no mercado;
  • Garantir o equilíbrio mínimo das finanças e do fluxo de caixa;
  • Evitar imprevistos que venham a inviabilizar o seu negócio;
  • Possibilitar ao empresário ter uma visão mais ampla da real situação financeira de seu negócio, se o mesmo está gerando lucro ou incorrendo em prejuízo;
  • Ter um maior controle de seus custos e despesas e o melhor momento de investir no crescimento de seu negócio.
Conheça os 5 indicadores de desempenho mais importantes.

3. Não manter um bom controle do fluxo de caixa

Um fluxo de caixa impreciso pode ocasionar a perda do controle de suas finanças. É preciso elencar todas as entradas e saídas em seu fluxo de caixa, desde os menores gastos, como um simples cafezinho, até os grandes pagamentos a fornecedores. Tudo deve ser rigorosamente registrado.

 

Quanto menor for a precisão neste controle, maior será o risco de se acumular prejuízos, sem se dar conta, comprometendo a saúde financeira de seu negócio.

 

Assim, é preciso manter o seu fluxo de caixa o mais atualizado possível, somente assim o gestor poderá ter uma noção clara de como seu negócio está caminhando.

 

Para tal, um bom sistema de controle, poderá auxiliá-lo nesta tarefa, permitindo um acompanhamento diário de suas finanças e auxiliando em suas tomadas de decisões e futuros investimentos.

 

Neste post, veja 7 dicas para começar o planejamento do seu negócio e fazê-lo crescer.

4. Misturar as contas pessoais com as contas da empresa

Este é o erro mais comum e ocorre em muitas empresas, principalmente se for o dono ou algum familiar o responsável por realizar o controle financeiro. Porém, essa prática pode ser extremamente danosa para a empresa.

 

Dentre alguns danos que este erro pode causar podemos enumerar:

 

  • Inviabiliza o efetivo controle das entradas e saídas diárias, desequilibrando o fluxo de caixa;
  • Desorganiza as contas da empresa, dificultando o trabalho do contador;
  • Prejudica o controle financeiro, tanto o da empresa quanto o pessoal;
  • Com o fluxo de caixa desestruturado, todo o funcionamento da empresa poderá ser afetado.

Assim, o empresário que faz uso dessa prática, na verdade está se auto sabotando, pois, ao realizar um saque aqui e outro acolá, poderá perder o controle e criar um enorme rombo em suas finanças. Isto poderá lhe trazer grandes problemas futuros, obrigando-o a tomar empréstimos, não planejados, promovendo um aumento desse rombo e criando uma verdadeira bola de neve.

 

Bem pessoal, chegamos ao fim de mais um artigo que buscou informar sobre alguns dos erros cometidos, ao realizar o controle financeiro, que devem ser evitados, a fim de garantir a saúde financeira de seu negócio.

 

 

Espero que estas informações tenham sido úteis e que contribuam para o sucesso de seu empreendimento. Até breve!


Comentários

Comentários

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email

Não perca nenhuma novidade!

Inscreva-se em nossa newsletter para receber em seu e-mail as novidades e posts recentes da iSET

Novidades iSET

Nossas redes sociais