fbpx

A gestão de e-commerce é uma atividade até mais intensa e complexa que a de lojas físicas. Por isso, é preciso contar com as ferramentas certas para se destacar no mercado virtual.

 

Muito mais do que simplesmente adicionar produtos na plataforma, o controle de uma loja virtual envolve conceitos como finanças, logística, marketing e tecnologia.

 

Seja para atrair clientes, aumentar as vendas ou gerenciar os diferentes setores da empresa, o correto uso da tecnologia possibilita fazer muito mais com menos.

 

O e-commerce no Brasil e no mundo vem passando por um ótimo momento. Em plena crise o setor é um dos mais atrativos, justamente por conta do distanciamento social.

 

Com um público cada vez mais consolidado e crescente, é preciso dar atenção especial para a gestão de e-commerce e criar um diferencial para se manter competitivo.

 

Ter um bom planejamento, definir metas, medir os resultados, dar atenção à logística, são processos necessários em qualquer negócio, porém, a gestão de e-commerce possui desafios específicos para garantir seu crescimento saudável.

 

Sabendo disso, separamos 6 dicas de gestão de e-commerce para elevar sua loja virtual a outro nível.

Faça um bom controle financeiro

O controle financeiro é essencial para qualquer tipo de negócio e não seria diferente para o e-commerce.

 

Mantenha sempre os números da sua empresa atualizados, anotando tudo o que entra e o que sai. Uma simples planilha no Excel resolve, porém, para um controle mais eficaz um sistema ERP simples é o ideal.

 

Com ele, além de gerenciar melhor suas contas, você pode medir facilmente os resultados das vendas, fluxo de caixa, estoque, etc.

 

Saiba mais sobre o tema e conheça algumas sugestões de como desenvolver uma política de trocas eficiente.

Acompanhe os resultados

Mensurar e acompanhar os resultados de qualquer negócio é fundamental, mas na loja virtual existem mais números que devem ser acompanhados.

 

Além das vendas, o número de visitas ao site, engajamento nas redes sociais, tempo médio de retenção, são alguns dados importantes para traçar metas e estratégias que convertam essas interações em vendas.

Escute seus clientes

Valorize o feedback dos clientes e aprenda a usá-los a seu favor para melhorar seu serviço de e-commerce.

 

Mais do que ler os comentários, incentive o feedback. Aproveite para criar proximidade com os clientes, assim como colher informações importantes do que os clientes esperam e como pode ajudá-los.

 

Uma forma de fazer isso é enviar um formulário com perguntas após uma venda e manter um canal aberto nas redes sociais para que eles possam se expressar e deixar suas opiniões.

 

Leia este post e descubra cinco diferentes tarefas que podem ser automatizadas em seu e-commerce!

Olhe para o mercado

Às vezes o empreendedor olha tanto para dentro do seu negócio que se esquece de acompanhar as mudanças que estão ocorrendo do lado de fora.

 

Por isso, uma boa gestão envolve também acompanhar o mercado e estar atento às inovações e ao que a concorrência está fazendo.

 

Identifique possíveis falhas e brechas do mercado para aprimorar seu serviço.

 

Esteja também sempre atualizado em relação às inovações do mercado. Faça cursos, participe de eventos, palestras da área e acompanhe as novas tecnologias que facilitam a gestão do seu e-commerce.

Cuide da logística

A logística é de fundamental para o comércio eletrônico, afinal, esse ramo vende facilidade e comodidade. Por isso, a entrega influencia diretamente no sucesso da sua loja.

 

Prazo de entrega curto e frete grátis têm influência sobre o resultado das vendas.

 

Porém, a logística não se resume somente a isso, mas também às condições de entrega, embalagem, armazenamento, transporte e logística reversa.

Tenha um bom sistema de gestão integrado

Investir em um software de gestão empresarial, também conhecido como ERP (Enterprise Resource Planning), é importante para qualquer negócio, mas no caso dos e-commerces, ele é essencial para se destacar.

 

Esse software integra todas as tarefas e setores da empresa em um único lugar, facilitando o gerenciamento de todos os processos.

 

Com ele não é mais necessário um sistema para cada setor, pois ele unifica e organiza processos como faturamento, balanço contábil, fluxo de caixa, controle de estoque, pedidos, entre outros.

 

Conheça os 5 indicadores de desempenho mais importantes.

 

Dessa forma, torna a gestão de e-commerce muito mais eficiente, produtiva e confiável.

 

Esqueça as planilhas manuais, os erros e o tempo perdido com tarefas trabalhosas. O sistema ERP automatiza inúmeros processos, integra a gestão dos seus canais físicos com o online, otimizando os processos de estoques, pedidos e controle financeiro.

 

Além de facilitar o controle, o sistema de gestão com armazenamento em nuvem permite o acesso de dados de qualquer lugar, com total segurança dos dados. Não importa o que aconteça com sua plataforma de vendas, seus dados estarão armazenados e você não corre o risco de perdê-los.

 

Então, gostou das nossas dicas de gestão de e-commerce?

 

Não pense duas vezes para deixar seu negócio muito mais produtivo. Conte com as ferramentas corretas para de dar o controle e a visão necessária para tomar as melhores decisões e converter em vendas para a sua loja virtual.

 

Não se esqueça de inscrever em nosso blog. Toda semana temos vários posts com muitas dicas e novidades para fazer o seu negócio ir a mil! Siga a gente em nossas redes sociais  também:  Twitter,  Facebook,  InstagramLinkedIn YouTube.

 

Powered by Rock Convert

 

Autor convidado: Isabella Soares, formada em Publicidade pela PUC Minas e Analista de Marketing no GestãoClick, um Software de Gestão Empresarial que ajuda a Organizar e Aumentar as Vendas de milhares de pequenas e médias empresas.

 


Comentários

Comentários

Giovanna Quaresma
Graduando Letras na UFMG, estagiária no time de Marketing e Comunicação na iSET e amante de gatos.
Post criado 111

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo