A política de trocas, também chamada de logística reversa, é um dos principais serviços de qualquer empresa. Gostamos, enquanto empresários, de pensar que este é um ponto que não merece muita atenção. Afinal de contas, este serviço não será muito usado, uma vez que todos os consumidores estarão sempre satisfeitos.

 

Entretanto, vários fatores motivam a troca ou devolução de um produto, além da simples insatisfação. Pode ser necessária uma troca de tamanho, o material pode ter sido danificado no transporte ou o próprio cliente pode ter mudado de ideia. O próprio Código de Defesa do Consumidor o ampara neste caso.

 

Assim, mostraremos como definir a sua política de trocas corretamente!

Transmita transparência e segurança

A política de trocas deve ser estabelecida de acordo com a realidade do seu negócio e as necessidades dos seus clientes. Ao disponibilizar todas informações necessárias, de maneira clara e objetiva, você passará confiança ao cliente, influenciando diretamente em suas próximas decisões de compra.

 

Tenha atenção ao vocabulário utilizado, à pontuação e a coerência do texto que será publicado explicando todo o processo de troca para evitar informações desencontradas.

 

Você sabe o que é o certificado de segurança SSL e porquê ele é essencial em sua loja virtual? Saiba aqui!

Conheça a legislação

É fundamental que todo o processo de elaboração seja pautado pelo respeito às determinações expostas no Código de Defesa do Consumidor. Em linhas gerais, duas situações legais permitem trocas e devoluções nas compras feitas no ambiente virtual: o direito de arrependimento e o defeito no produto.

Direito de arrependimento

Pelo fato de não haver a possibilidade de contato com o produto nas compras online, o consumidor pode se decepcionar ao receber a mercadoria. O art. 49 do Código de Defesa do Consumidor prevê que a pessoa tem até 7 dias (contados a partir do recebimento) para desistir da compra e devolver o produto sem ter que dar justificativa do motivo.

 

Todos os valores devem ser devolvidos ao consumidor, incluindo os custos pagos com frete.

 

Veja como lidar com o direito de arrependimento dos consumidores

Defeito no produto

A loja virtual é obrigada a trocar o produto com defeito. A regra é a mesma para as lojas físicas: o consumidor tem o prazo de 30 dias para informar sobre defeitos de mercadorias não duráveis e 90 dias para as mercadorias duráveis. O prazo é contado da data de entrega do produto.

 

Produtos considerados não duráveis são aqueles consumidos no primeiro uso ou em pouco tempo depois da compra, como alimentos. São classificados como duráveis a mercadoria que apresentam desgaste após longos períodos de uso, como os eletrodomésticos.

 

O fornecedor solicita o envio do produto para avaliação, e se for constatado o defeito, este deve ser encaminhado para troca ou conserto. O prazo para o retorno é de 30 dias e, se o prazo for excedido, a lei diz que o cliente pode optar por uma das opções:

 

  • substituição por outro produto da mesma natureza, novo e em boas condições de uso;
  • restituição dos valores pagos;
  • abatimento dos valores pagos para aquisição de novos produtos.

 

Observe seu negócio

Cada loja deve estabelecer sua política de trocas conforme o tipo de produtos que vende. Um e-commerce de vestuário tem particularidades que não convém a um de eletroeletrônicos. Estude todo o processo e procure analisar o que pode intervir no funcionamento e na entrega dos produtos para poder sistematizar com detalhes a política de trocas da sua empresa, evitando brechas e informações incompletas para o cliente.

Estruture a política de trocas

Enumere todos os casos em que a loja se dispõe a trocar o produto e antecipe o posicionamento da marca para cada situação. Isto é importante para que haja consistência na sua equipe ao responder seus clientes!

 

Cada processo de troca envolve um motivo. Organize a política de trocas do seu e-commerce em tópicos para facilitar. Por exemplo, troca por defeito no produto, insatisfação, irregularidade na entrega, devolução do dinheiro, entre outros. Dê uma atenção especial ao tópico referente à devolução da quantia paga pelo produto, especifique muito bem quais os parâmetros para que ela ocorra.

Seja claro nas informações

É importante pensar em uma política de trocas clara, com processos simples e direcionados conforme o motivo. Explique detalhadamente ao cliente como ele deve proceder para que a mercadoria seja trocada.

 

Vamos exemplificar com um trecho de uma política de troca simples:

 

  • O pedido de troca deve ser feito por meio do seguinte e-mail (endereço de e-mail);
  • O prazo para desistências e solicitação do pedido de devolução é de 7 dias corridos, contados da data de recebimento da mercadoria;
  • Produtos devolvidos após esse prazo ou sem o comunicado no e-mail mencionado, serão reenviados;
  • A peça não poderá ter sido usada, uma vez que nos reservamos a não trocar ou consertar peças que apresentem sinais claros de mau uso.

 

Nota-se que as informações são de fácil entendimento e pautadas na legislação vigente. Prazos legais, requisitos e meios de solicitação são alguns dos pontos que precisam estar enfatizados, de forma que o consumidor compreenda corretamente como o procedimento deve ser realizado.

Destaque a política de trocas

O cliente precisa encontrar a política de trocas rapidamente. Portanto, recomenda-se que tais informações sejam disponibilizadas em páginas de rápido acesso, com link na página principal. Dessa forma, ele pode encontrar rapidamente e solucionar suas dúvidas sem precisar acionar seu time de suporte.

Avalie periodicamente sua política de trocas

Acompanhe o funcionamento da política de trocas do seu e-commerce. Observe o que está funcionando e o que poderia ser melhorado. Tenha em mente que você só poderá aperfeiçoar este processo caso tenha conhecimento sobre como ele está ocorrendo.

 

Mantenha um controle das trocas requeridas e posteriormente estabeleça um contato com os clientes que utilizaram do serviço para saber a opinião deles a respeito da experiência com serviço.

 

Além de ampliar sua base de conhecimento, essa proximidade pode trazer de volta clientes que haviam desistido da sua loja!

Dê atenção às redes sociais

A primeira ação do consumidor ao ter problemas com um produto é reclamar. E pode ter certeza que a primeira pessoa a ouvir as reclamações não será você! O público de lojas virtuais é extremamente conectado, utiliza as redes sociais como armas de defesa. Não fique atrás!

 

Treine uma equipe para monitorar o que está sendo dito sobre a sua loja e se posicionar quanto às reclamações e elogios. Não se esqueça de que na internet a dimensão de uma reclamação atinge níveis globais, sendo assim, trabalhe para a construção de uma imagem de marca positiva.

 

Não esqueça

Revisando, na política de trocas não pode faltar:

  • informações como os clientes devem fazer seus pedidos;
  • como a empresa vai atuar em cada um dos casos;
  • clareza nas informações;
  • destaque dessas informações;
  • texto cordial e voltado para a satisfação do cliente;
  • informações referentes a legislação.

 

É fundamental que as ações do e-commerce também sejam rápidas para evitar publicidade negativa e aumentar as chances de retorno/ recomendações.

Entenda a importância da política de trocas

Encare o requerimento de uma troca como mais um serviço de atendimento ao cliente, uma nova possibilidade de conquistá-lo e mostrar o comprometimento da marca com seu público. Evite enxergar como um prejuízo para empresa.

 

JivoChat é um aplicativo grátis de comunicação para conversar e monitorar visitantes através de chat online, Facebook messenger, telefone e e-mail em tempo real.

 

Uma política de trocas bem elaborada e voltada para a satisfação do cliente também é uma forma de estreitar a relação. Trata-se de uma oportunidade de manter o vínculo e, quando for o momento dele fazer uma nova compra, verá maior solidez na sua proposta, pois saberá que pode contar com a marca mesmo em situações complicadas.

 

E aí, gostou do nosso artigo? Para não perder postagens interessantes como esta, assine a nossa newsletter! Vários assuntos relevantes são feitos constantemente!

 

Não se esqueça de inscrever em nosso blog. Toda semana temos vários posts com muitas dicas e novidades para fazer o seu negócio ir a mil! Siga a gente em nossas redes sociais também: Twitter, Facebook, Instagram eYouTube.


Comentários

Comentários

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email

Não perca nenhuma novidade!

Inscreva-se em nossa newsletter para receber em seu e-mail as novidades e posts recentes da iSET

Novidades iSET

Nossas redes sociais