Plano de negócios: como começar a se planejar de maneira eficiente

Criar uma loja virtual é o futuro e presente do varejo brasileiro, onde o mundo virtual de compras e vendas vem crescendo cada vez mais e tomando espaço no cotidiano das pessoas!

 

Hoje em dia, qualquer marca de produtos ou serviços deve ampliar seus negócios para vender online a fim de garantir o melhor desempenho e lucro para a empresa.

 

Mas é claro que não basta apenas ter a ideia ou vontade de começar a vender online e abrir um e-commerce. É preciso planejamento!

 

Para isso, criar um plano de negócios para e-commerce é simplesmente essencial. Ou seu investimento não será bem usado…

 

Se você quer conhecer mais sobre o plano de negócios, sua importância e como criar um do zero para a sua loja virtual, você está no lugar certo!

 

Leia o post até o final e saiba como começar a se planejar de maneira eficiente com um plano de negócios! Vamos lá!

 

O que é um plano de negócios?

O plano de negócios é um documento que descreve os objetivos de uma empresa e quais ações podem ser tomadas para que a marca alcance esses objetivos, diminuindo riscos, erros e incertezas.

 

Assim, esse planejamento permite que você identifique possíveis riscos e erros no papel, sem gastar tempo e dinheiro.

 

Ele orienta decisões de acionistas, ações de executivos, justifica pedidos de financiamento e ainda influencia parceiros do negócio, envolvendo um sumário executivo, análise do mercado, planejamento financeiro, operacional e de marketing.

 

 

Qual a importância do plano de negócios?

A animação e ansiedade para criar uma loja virtual faz com que muitos empreendedores fiquem com muita vontade de simplesmente contratar um plano, criar a loja e colocar produtos para vender, sem construir um plano de negócios.

 

Pare, respire fundo, e não faça isso!

 

Vender o primeiro produto que veio à cabeça não é uma boa ideia.

 

Ao criar um plano de negócio, ao longo prazo, você economiza duas coisas importantíssimas para qualquer pessoa que está planejando empreender na internet: tempo e dinheiro.

 

Tempo, porque já consegue identificar potenciais problemas e desafios que poderiam atrasar suas operações por dias ou meses.

 

E dinheiro, pois consegue identificar o mercado em que você estará inserido, e assim realizar um planejamento estratégico feito sob medida para seus produtos e público.

 

Por isso, separei uma lista com as vantagens de realizar um plano de negócios para o seu e-commerce, continue lendo!

1- Estratégias bem definidas

Se você quer vender pela internet, o plano de negócios para e-commerce deve ser a sua bússola, pois essa ferramenta te mostra os erros, os riscos e as oportunidades. Dessa maneira, fica mais fácil observar o mercado e implementar estratégias mais certeiras e bem definidas.

2- Previsões de crescimento

Com um planejamento estruturado, é possível perceber a “temperatura” do mercado e seguir no fluxo das tendências!

3- Identificação da margem de lucro

A margem de lucro é uma peça chave, pois quando bem executada a saúde financeira de sua loja virtual se mantém equilibrada, pois é ela que acaba ditando o retorno de seu investimento. E você só consegue ter uma noção disso quando realiza um diagnóstico, que é o plano de negócios do seu e-commerce.

4- Otimização de custos

O plano de negócios para e-commerce tem a função de te orientar, pois com ele, é possível observar e corrigir as áreas críticas e ainda perceber as oportunidades de crescimento financeiro e gestão.

 

Como criar um plano de negócios?

Bom, agora que você já sabe exatamente o que é um plano de negócios, para que ele serve e sua importância, siga os passos abaixo para criar o planejamento do seu negócio online!

 

Sumário executivo

Apesar de, aqui, ser o primeiro passo em nosso plano de negócios, ele é o último passo que você deve escrever. É como se fosse, de fato, um sumário de todo o seu negócio, que terá pontos chaves do seu negócio, e deve conter informações importantes que você irá encontrar ao fazer os próximos passos.

 

No sumário executivo de seu plano de negócios, inclua:

 

  1. Descrição da sua empresa dizendo o que ela é e seus diferenciais no mercado.
  2. Missão, qual o propósito fundamental da sua empresa, sua finalidade e o porquê foi criada.
  3. Objetivos a serem conquistados.
  4. Produtos e serviços.
  5. Segmento de clientes que quer atingir com sua empresa. Seja o mais específico possível.
  6. Investimento total que você tem para investir inicialmente na empresa.
  7. Forma jurídica, como MEI ou Empresário Individual por exemplo.
  8. Enquadramento tributário.

 

Análise do mercado

Para elaborar o plano de negócios para e-commerce deve-se fazer o mesmo de qualquer empresa: pesquisa.

 

É muito importante saber como está a inserção do seu produto ou serviço no mercado, qual é o tamanho real da demanda, que tipo de propaganda gera a melhor resposta, etc.

 

Então, conhecer quem são seus clientes, fornecedores e concorrentes é essencial para qualquer plano de negócio, pois com estas informações, você pode traçar metas e objetivos mais eficazes e sólidos, entendendo melhor como funciona o mercado em que você irá atuar.

 

Fornecedores: são as pessoas/empresas que lhe fornecerão materiais, produtos e serviços para sua loja.

 

  1. O preço e a qualidade destes fornecedores está dentro do padrão de qualidade que quer alcançar na sua loja online?
  2. Estes fornecedores têm quantidade/valor mínimo para compra?
  3. Qual o prazo de entrega deles?

 

Análise da indústria: o Google Trends é ótimo para definir picos de busca online, e como diferem de estado para estado.

 

  1. O mercado tem crescido ao passar dos anos, ou está estagnado?
  2. Espera alguma mudança no futuro – alguma inovação que está chegando ao mercado e pretende mudar todo o cenário?

 

Competição: saber mais sobre os seus concorrentes é essencial para lidar com as questões de marketing e para que você possa trabalhar de forma otimizada para divulgar o seu negócio.

 

 

  1. Como seus concorrentes trabalham?
  2. Como são feitas as vendas de seus produtos, informações?
  3. O SEO deles é bem trabalhado?
  4. A presença em mídias sociais dá um banho em todas as outras?

 

Planejamento financeiro

Uma parte muito importante do seu plano de negócios para e-commerce é o financeiro.

 

Pagar por um domínio, comprar templates, investir em um sistema de segurança virtual: tudo isso pesa no orçamento da empresa.

 

Antes de começar a pensar no site, pesquise os domínios disponíveis, escolha um programa de segurança confiável, veja quanto custa a criação de um visual próprio e o gasto total de divulgação da sua marca. Com todos os dados em mãos, você poderá ter certeza de que o investimento dará retorno.

 

Leia também: 4 erros que você deve evitar ao realizar o controle financeiro de seu negócio online

 

Custos operacionais: são os custos que você não consegue cortar, de jeito nenhum.

 

  1. Local, caso não vá trabalhar em casa em home office.
  2. Domínio e hospedagem da loja virtual.
  3. Custos líquidos de produtos e funcionários.
  4. Agência de publicidade e ações de marketing.

 

Orçamento: novamente, detalhe aqui os valores que tem disponível para investir em sua loja online, independente de lucros e custos.

 

Margem de lucro e perda: essa parte também é muito importante no seu planejamento financeiro, pois é sabendo dessas informações que sua empresa poderá evitar riscos no mercado.

 

  1. Baseado no valor de seus produtos, qual a margem de lucro e perda esperada?
  2. Como poderá contornar caso sua margem de perda for maior que a de lucro?

 

Leia também: Ferramentas que podem auxiliá-lo no controle financeiro de seu negócio online

 

Planejamento operacional

Produtos: cite os produtos que pretende vender desde o começo, e depois descreva produtos que planeja vender, focando nas especificações e seus benefícios.

 

  • Dica: Não se esqueça que, hoje em dia, você vende mais que apenas os produtos físicos. Você vende o sentimento, o valor emocional deles. Enfatize isto ao descrevê-los.

 

Aquisição: como este produto chegou até sua loja e como foi feito.

 

Diferenciadores: explique por que seu cliente deve comprar o seu produto e não o de seu concorrente e o que faz o seu produto diferente.

 

  • Dica: Qualquer pequeno detalhe de seu produto já é um diferenciador.

 

Custos: defina apenas os custos básicos de seus produtos. Qual o valor líquido deles, qual será o seu markup em cima deste produto, e qual será o valor bruto final para seus clientes.

 

 

Ciclo de compra: também chamado de Jornada do Cliente, nessa etapa, defina como será esse caminho no seu e-commerce.

 

 

 

Monte um plano CANVAS

“CANVAS“, que significa “moldura” e é o nome de uma ferramenta de avaliação de negócios. Ela consiste, basicamente, em um quadro dividido em várias sessões, em que podem ser listados os elementos do planejamento operacional do seu plano de negócios para e-commerce.

 

Esse quadro inclui:

 

  • Proposta de valor: aquilo que tem valor para os seus clientes.
  • Segmentos de clientes: quais grupos serão seu foco.
  • Canais: meio pelo qual o cliente acessa seu produto.
  • Relacionamento: como a empresa vai lidar com os clientes.
  • Atividade-chave: tudo que deve ser feito para entregar valor.
  • Recursos: tudo que deve ser reunido para entregar valor.
  • Parcerias: quais atividades são delegadas para fora da companhia.
  • Custos: todo o gasto de manutenção necessário.
  • Fontes de receita: a parte que de fato oferece lucro.

 

 

Planejamento de marketing

Por fim, depois de todo esse processo, você pode começar a pensar nas suas estratégias de marketing digital e planejá-las.

 

A estratégia de marketing digital é um dos pontos mais cruciais de um plano de negócios para e-commerce, afinal, lojas físicas podem contar com o tráfego de pessoas na rua e vitrines chamativas, contudo, lojas online não são bem assim.

 

Então, planeje cada estratégia que poderá aplicar no seu negócio, seus custos, tempo que levarão para serem realizadas e suas metas.

 

Marketing de conteúdo: explique quais estratégias de comunicação com seu público-alvo serão usadas, como serão feitas e quais seus objetivos.

 

  1. Qual mensagem quer passar aos seus clientes?
  2. Como será a voz da sua marca?
  3. Quem serão os escritores do seu blog? E qual a periodicidade das postagens?
  4. Você vai realizar campanhas com os conteúdos produzidos?
  5. Na sua loja online, você terá páginas de “dicas”, “manuais” e “recursos” aos seus clientes?

 

SEO: coloque aqui um pouco das táticas que serão usadas dentro da sua loja (pesquisa de palavras chaves, meta data, conteúdo, otimização de categoria e produto, e elementos mais técnicos) e fora da loja – você pode deixar toda a estratégia de SEO fora da loja mais simples e básica aqui, apenas descreva brevemente o que pretende fazer, seja geração de leads através de redes sociais, vídeos no YouTube, etc.

 

  1. Qual será sua estratégia de SEO?
  2. Será feita por você, ou irá contratar uma agência ou pessoa qualificada para fazê-la? Se for feita por você, quais ferramentas irá usar?
  3. Como será esta estratégia?

 

E-mail marketing: mantenha a comunicação com os seus clientes ativa com e-mails de ofertas, promoções, novidades, cupons e muitos mais!

 

  1. Como você irá alavancar os seus produtos?
  2. Irá enviá-los para influencers para divulgação?
  3. Fará promoções de inauguração através de redes sociais?
  4. Irá oferecer condições especiais para pessoas que se inscreverem em sua newsletter?

 

Neste post, conheça mais sobre o e-mail marketing e como ele pode mudar a visão dos seus clientes em relação ao seu negócio!

 

Ainda existem muitas estratégias de marketing digital que uma loja virtual pode usar a seu favor, caso queira conhecer mais delas, recomendo que leia este post sobre: 5 estratégias de marketing digital para impulsionar seu e-commerce.

 

 

Prontinho, você chegou ao final do post e agora já sabe todos os passos para criar o plano de negócios para o seu e-commerce!

 

Espero ter ajudado, mas se ficou alguma dúvida, deixe nos comentários logo abaixo!

 

Gostou do post? Compartilhe com seus amigos!

 

Não se esqueça de se inscrever em nosso blog. Toda semana temos vários posts com muitas dicas e novidades para fazer o seu negócio ir a mil! Siga a gente em nossas redes sociais também: Twitter, Facebook, Instagram, LinkedIn e YouTube.


Comentários

Comentários

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email

Não perca nenhuma novidade!

Inscreva-se em nossa newsletter para receber em seu e-mail as novidades e posts recentes da iSET

Novidades iSET

Nossas redes sociais