fbpx

O Google e outros mecanismos de pesquisa são hoje a ponte que liga o consumidor a todas as soluções que o mercado oferece, como as lojas virtuais. Por detrás dele, existem algoritmos, ferramentas, profissionais e estratégias ― entre elas, o SEO ― fazendo com que tudo isso aconteça!

 

Dessa forma, se você deseja que suas páginas apareçam corretamente e conquistem bons resultados nas pesquisas do seu público, é fundamental que você seja tenha e pratique boas estratégias de SEO para e-commerce.

 

O Brasil tem quase 1 milhão de lojas virtuais, isso traz uma dificuldade óbvia para quem quer empreender no e-commerce: é cada vez mais difícil se destacar da concorrência. Porém, com estratégias de SEO (Search Engine Optimization / Otimização para Mecanismos de Busca) é possível levar o seu site para as primeiras posições do Google, um lugar desejado por todo mundo.

 

Afinal, o Google domina mais de 90% do mercado mundial de buscadores e recebe cerca de 5 bilhões de buscas por dia.

 

Você não vai deixar de usar essa estratégia, não é? Preparamos este post para você saber o que é SEO, a importância desta estratégia de marketing digital e quais os passos iniciais para aplicá-las em seu e-commerce. Vamos lá?

O que é SEO?

SEO significa Search Engine Optimization, ou Otimização para Motores de Busca. Muito mais do que um conjunto de normas e técnicas, o SEO se tornou uma forte área do Marketing de Conteúdo que envolve empresas e profissionais especializados do mundo inteiro.

 

O maior responsável por essa ascensão é o Google, como já dito, o buscador responde por cerca de 93% de todas as buscas realizadas em todo o mundo. O serviço é tão consolidado que se tornou o ponto de partida até dos usuários que já sabem para onde ir ― as pessoas preferem pesquisar o nome do site que pretendem visitar e acessá-lo pelo Google do que digitar a URL completa no navegador.

 

Estratégias de SEO tem como objetivo aumentar os números de vezes em que sua loja é encontrada em motores de busca, como o Google.

 

Você sabe exatamente o que é marketing digital, como ele funciona e quais os seus benefícios para seu e-commerce? Leia nosso post para aprender tudo sobre o assunto

 

O Google, hoje em dia, consegue identificar más práticas, oferecendo  o melhor resultado para o que as pessoas buscam. Ou seja, seus algoritmos que identificam más e boas práticas visam valorizar os sites que oferecem a melhor experiência para o usuário, e penalizam aqueles que tentam ludibriar o buscador.

 

Desse modo, para trabalhar com SEO, você deve oferecer conteúdos de qualidade, um layout agradável, uma navegação eficiente, entre algumas outras ações são estratégias que fazem o SEO de uma loja virtual melhorar.

 

Assim sendo, fazendo isso, o Google irá ver que você está oferecendo uma ótima experiência para as pessoas e que seu site é uma referência para o seu público. Estar bem posicionado é essencial para o sucesso do seu e-commerce.

Vantagens das estratégias de SEO

Estratégias de SEO podem ser muito vantajosas! Elas podem atrair clientes e impactar positivamente as vendas do seu e-commerce! Além disso, as taxas de conversão também aumentam e muito quando as estratégias de SEO são aplicadas à uma loja virtual! Por fim, adotar estratégias de SEO pode levar o seu site para as primeiras posições do Google!

 

O SEO tem o potencial de atrair cada vez mais visitantes qualificados ao seu e-commerce sem precisar investir em mídia, ele realmente tem um impacto significativo nas vendas e nas conversões. Por isso, ele é muito importante para uma empresa. O SEO para e-commerce é uma das ferramentas mais práticas e econômicas para impulsionar as suas vendas na internet.

 

Para que todos esses benefícios sejam observados, porém, é imprescindível que seus conteúdos estejam bem otimizados para os motores de busca, e vale destacar que as práticas de SEO não param nos buscadores.

 

E-book 6 Estratégias pouco exploradas por quem vende em e-commerce

 

Aspectos técnicos do site, autenticidade das informações e elementos de navegação e UX (User Experience, ou experiência do usuário) também são considerados como critérios de rankeamento e contribuem para o desempenho de qualquer página da web, promovida ou não.

 

Agora que você já sabe o que é o SEO você já deve ter percebido a importância dele para o seu e-commerce. Agora separei os passos iniciais como usar estratégias de SEO no seu e-commerce. Confira!

Como adotar estratégias de SEO para e-commerce

Estima-se que o Google analise mais de 200 fatores de rankeamento para determinar a relevância e a posição das páginas.

 

Alguns fatores são frequentemente anunciadas pela empresa e, além disso, profissionais estão constantemente realizando testes para desvendar esses fatores. 

 

Dessa forma, alguns passos básicos se mostraram indiscutivelmente essenciais para uma estratégia de SEO para e-commerce. Vejamos alguns a seguir:

 

Powered by Rock Convert

Use palavras-chave nas descrições dos seus produtos

É importante que as descrições dos seus produtos explorem as palavras-chave. Para descobrir quais são as melhores para o seu e-commerce basta usar ferramentas como o Planejador de Palavras-Chave do Google e Ubersuggest.

 

O primeiro passo para adotar a estratégia de SEO é a pesquisa e escolha das palavras-chave, ou keywords, que podem ser divididas entre head-tail (palavras mais procuradas e abrangentes) e long-tail (palavras mais específicas e direcionadas). 

 

Quem está começando deve investir principalmente em long tails. Nesse caso, o número de pesquisa é menor, mas a conversão tende a ser maior porque atrai justamente o usuário que está mais próximo da decisão de compra.

 

Por exemplo: Head tail: alimentos; e Long tail: alimentos funcionais com óleo de coco.

 

Além disso, na hora de fazer as descrições dos seus produtos:

 

  • Não copie e cole os textos informados pelo fabricante (lembre-se: a originalidade do conteúdo é um fator de ranqueamento para o Google).
  • Ofereça variedade de informações (nome, cor, especificações técnicas e qualquer detalhe relevante sobre o produto em questão).
  • Use pelo menos 300 palavras. Acha muito? Segundo a Backlinko, portal especializado em SEO, o ideal é escrever descrições com mais de 1000 palavras. Apesar de ser inviável fazer isso em todos os seus produtos, pode ser uma boa estratégia para os itens que você vende mais.

Não economize nas imagens

As imagens são importantes para o seu cliente e para o algoritmo do Google, afinal estão intimamente ligadas à experiência do cliente. Apesar disso, as páginas de produto do e-commerce brasileiro costumam ter menos de 3 imagens (em média). 

 

Existem diversos fatores que ajudam a determinar uma boa experiência de compra, e é por isso que neste post, apresentamos 14 dicas essenciais para você utilizar em seu e-commerce!

 

O nome do arquivo de imagem também é muito importante. Utilize sempre um nome que explique bem a sua imagem. Por exemplo: use “celular_xiaomi_redmi.jpg” em vez de “img7556.jpg”.

 

Não se esqueça de informar o atributo alt text (texto alternativo) das suas imagens. Ele é muito importante para o ranqueamento da sua página. Além de servir para descrever imagens para quem tem deficiência visual, o alt text ajuda o Google a entender do que aquela imagem se trata. Sempre insira a sua palavra-chave nesse local.

 

Tome cuidado com o tamanho dos arquivos de imagem, pois eles interferem na velocidade de carregamento do seu site, o Google penaliza páginas lentas. Ferramentas gratuitas online podem te ajudar a reduzir os seus arquivos sem perda de qualidade.

Crie URLs amigáveis

Os especialistas em SEO concordam que existe uma correlação entre as URLs e a posição de ranqueamento no Google. Endereços excessivamente longos e cheios de caracteres que não dizem nada sobre o produto são ruins tanto para o cliente quanto para o buscador.

 

Portanto, utilize URLs curtas, descritivas e com a sua palavra-chave em destaque. Isso é uma forma de tornar os endereços do seu site mais amigáveis para o Google e para os visitantes.

Invista em conteúdo

Utilize diversos formatos de conteúdos nas suas páginas, como imagens, vídeos, sugestões de uso, avaliações, perguntas e respostas, infográficos e simuladores. Quanto mais informações, mais tempo o usuário fica na página, e isso ajuda o Google a entender que a sua loja é relevante. Lembre-se sempre de investir na qualidade dos conteúdos.

Invista na velocidade de carregamento

Há alguns anos o Google informou que a velocidade de carregamento dos sites entraria para o seu algoritmo de ranqueamento. Afinal, isso interfere diretamente na experiência do usuário e faz com que ele fique mais ou menos tempo navegando.

 

Por isso, como dito anteriormente, tome cuidado com o tamanho dos arquivos de imagem, vídeos e banners na sua loja virtual, pois eles interferem na velocidade de carregamento do seu site.

Não desative URLs antigas

São as páginas mais antigas ajudam a dar credibilidade ao seu site, melhorando o posicionamento no Google, por isso é um erro desativá-las.

 

Clique aqui e leia nosso post com 5 dicas para você melhorar a credibilidade da sua loja virtual

 

Uma sugestão é criar formulários para que o usuário preencha com seu endereço de e-mail para receber informações de quando o produto voltar ao estoque. Outra alternativa é direcionar o usuário para páginas com produtos semelhantes.

 

Resumindo, o SEO para e-commerce exige dedicação, mas é atualmente uma das melhores estratégias de marketing digital para se destacar no Google e atrair tráfego orgânico para o seu site.

 

Gostou do post ou ficou com alguma dúvida? Deixe um comentário.

 

Não se esqueça de inscrever em nosso blog. Toda semana temos vários posts com muitas dicas e novidades para fazer o seu negócio ir a mil! Siga a gente em nossas redes sociais  também:  Twitter,  Facebook,  InstagramLinkedIn YouTube.


Comentários

Comentários

Giovanna Quaresma
Graduando Letras na UFMG, estagiária no time de Marketing e Comunicação na iSET e amante de gatos.
Post criado 111

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo