Celulares, tablets, netbooks, notebooks, videogames, televisões, óculos e até geladeiras. O acesso à Internet nunca partiu de tantos dispositivos diferentes e eles nunca foram tão acessíveis quanto hoje, mas… Como construir um site que contemple todas as plataformas, sem perder navegabilidade? Se antes a resposta era construir uma versão para cada tipo de dispositivo e suas dimensões de tela, atualmente os webdesigners vêm apostando em uma solução muito mais eficiente: o design responsivo.

Um site com design responsivo adapta-se a qualquer dispositivo e busca manter as informações que são relevantes para ao usuário na mesma tela, com dimensões de imagens, textos e botões reajustados e reorganizados. No mobile, por exemplo, espera-se que, a partir da adoção desta técnica de design, não haja a necessidade do internauta deslizar pelos lados da tela ou aplicar zoom para encontrar as informações e os acessos que procura.

Ou seja, o design responsivo busca oferecer uma interface inteligente, que ofereça ao usuário a melhor experiência de acessibilidade possível, independentemente da plataforma de acesso.

E-commerce, mobile e a solução responsiva

O acesso a partir de dispositivos móveis é muito mais do que uma opção: é uma tendência. A demanda por mobiles já é maior do que a por computadores. Acompanhando esta curva, o consumidor realiza cada vez mais compras online através de smartphones e tablets.

Analisado tal panorama, pode-se concluir que desenvolver um site de e-commerce com foco exclusivo em desktop é um desperdício de clientes. Potenciais compradores terão dificuldades para encontrar os produtos que procuram e poderão não visualizar ofertas relacionadas; menos propagandas acessadas através de mobile serão convertidas em compras; localizar seu endereço físico ou entrar em contato com a sua loja poderá não ser tão fácil. Até o botão para finalizar uma compra pode acabar escondido ou difícil de achar! Ou seja: você irá perder oportunidades de venda.

Como alternativa, muitos desenvolvedores optam por criar um site específico para cada tipo de dispositivo móvel. Mas já pensou o trabalho e os custos para desenvolver tantas soluções? Aliás, o Google muitas vezes tem dificuldades para entender que várias versões são de um único site. Nessas situações, ele acaba encarando as versões como conteúdo duplicado, além de prejudicar o aproveitamento de backlinks. Isso prejudicaria substancialmente seu posicionamento na busca orgânica.

O design responsivo aprimora a experiência do usuário e é uma alternativa muito eficiente para todas as questões citadas. Mas parece que a maioria das lojas virtuais brasileiras ainda não descobriram isso. Por isso, saia na frente e venda mais!

Dicas para melhor uso do design responsivo

  • Cuidado ao enxugar e reorganizar o conteúdo para resoluções menores: mantenha sempre na tela as informações relevantes para compra e opções destacadas para o usuário entrar em contato;

  • Foque em eficiência e desempenho. Sites responsivos muito pesados podem resultar em carregamento lento e, consequentemente, em desistências;

  • Realize testes antes de todas as mudanças;

  • Analise o comportamento do usuário no site;

  • Ouça e responda seus clientes;

  • Aprimore-se sempre!

 

Lembre-se: seu site pode ser belo como uma obra de arte, mas não servirá de nada caso não atenda às necessidades do internauta. Mãos à obra e boas vendas!

 

Não se esqueça de inscrever em nosso blog. Toda semana temos vários posts com muitas dicas e novidades para fazer o seu negócio ir a mil! Siga a gente em nossas redes sociais também: Twitter, Facebook, Instagram eYouTube.


Comentários

Comentários

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email

Não perca nenhuma novidade!

Inscreva-se em nossa newsletter para receber em seu e-mail as novidades e posts recentes da iSET

Novidades iSET

Nossas redes sociais