O que é cross docking e como implementar no e-commerce?

 

Para quem está começando a vender pela internet, um dos principais desafios talvez seja a logística. A partir do momento em que o cliente clica em finalizar a compra, surgem muitas expectativas. Porém, se ele recebe a notícia que aquele produto não está disponível em estoque, vem a frustração.

 

Esse tipo de situação pode ser evitada com um bom sistema de logística. Para te ajudar nesta etapa, vamos te explicar o que é cross docking e como ele pode ajudar seu e-commerce a oferecer um serviço de entrega eficiente. Continue a leitura e confira!

Afinal, o que é cross docking?

Cross docking é uma modalidade logística em que o lojista não precisa, necessariamente, ter um centro de distribuição (CD) para armazenar seus produtos. Assim que um pedido é realizado na loja virtual, ele envia uma solicitação para o fornecedor que, por sua vez, enviará o produto ao lojista.

 

Recebendo os produtos em seu CD, o lojista simplifica os processos internos, pois não precisa mais armazenar, já que os produtos já foram vendidos. Ele precisa apenas conferir a sua doca de entrada para avaliar possíveis divergências. Feito isso, pode passar para a etapa de separação dos itens do pedido e o fluxo seguirá normalmente.

 

Portanto, cross docking é o processo de cruzar as docas entre a loja virtual e o fornecedor, com o intuito de diminuir os custos operacionais do seu estoque.

Quais as vantagens do cross docking?

Agora que você já entendeu o que é cross docking, vamos para as vantagens que esse modelo de logística oferece. Além de diminuir o risco com produtos que ficam “encalhados” — afinal o fornecedor só envia o produto quando ele for vendido — essa operação reduz muito o custo com logística.

 

O espaço necessário para montar o centro de distribuição neste caso, é bem menor, afinal não será necessário armazenar produtos. Além disso, haverá maior rotatividade de estoque.

 

Não podemos esquecer da agilidade que esse sistema oferece. O objetivo do CD é gerar eficiência, preparando e reenviando a mercadoria recebida pelo fornecedor o mais rápido possível para o cliente. A preocupação em ter ou não os produtos em estoque também acaba, pois a responsabilidade fica por conta do fornecedor.

O que avaliar antes de implementar este sistema?

Apesar de parecer simples, esse processo exige um alto nível de complexidade e a integração com todos os setores. Antes de implementar o cross docking no e-commerce é fundamental que o lojista se atente a alguns pontos.

 

O cross docking necessita de um forte investimento inicial para realizar as integrações entre os sistemas — loja virtual e fornecedores. Se o controle dos fornecedores for mal feito, isso pode acarretar na quebra de estoque, o que prejudicará o consumidor final.

 

Apesar da agilidade interna, em alguns casos o prazo de entrega pode aumentar, uma vez que é preciso esperar os itens chegarem no centro de distribuição para dar continuidade ao processo.

 

Diferentemente do modelo tradicional, em que o pedido com o fornecedor é feito apenas uma vez por mês, no cross docking este custo vai aumentar. Isso porque serão necessárias várias entregas durante o mês. Além disso, o lojista terá menos poder de negociação, pois algumas responsabilidades ficam por parte do fornecedor.

Como implementar o cross docking na loja virtual?

Depois de entender o que é cross docking e suas vantagens e desvantagens, chegou o momento de implementar o método em sua loja. Para isso você precisa seguir alguns passos.

 

Invista em um ERP de qualidade para que a operação funcione perfeitamente. Monte uma equipe altamente capacitada para realizar o processo junto aos fornecedores. Pesquise seus parceiros e fornecedores, afinal além do melhor preço você precisa confiar neles.

 

Fique preparado para imprevistos e sempre pronto para atender as dúvidas dos clientes. Crie seu CD e otimize o espaço para que ele seja funcional no dia a dia. Faça testes antes de começar a vender de fato e busque sempre alternativas para melhorar o sistema com o passar do tempo.

 

Agora que você já entendeu o que é cross docking, baixe nosso e-book — 10 passos para faturar o primeiro milhão em sua loja virtual — e continue aprendendo!


Comentários

Comentários

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email

Não perca nenhuma novidade!

Inscreva-se em nossa newsletter para receber em seu e-mail as novidades e posts recentes da iSET

Novidades iSET

Nossas redes sociais