Saiba como está o crescimento do e-commerce no Brasil

Saiba-como-está-crescimento-e-commerce-no-Brasil-1160x653

Já não é mais novidade que criar uma loja virtual atualmente é uma ótima escolha, tanto para quem quer começar do zero, quanto para quem já possui uma loja física e quer aumentar os lucros e crescer sua empresa.

Com o crescimento acelerado do e-commerce existem grandes chances de que essa modalidade de venda online se torne cada vez mais lucrativa.

De acordo com dados relatados pela 44ª edição do Webshoppers, o mais amplo relatório sobre comércio eletrônico do país elaborado pela Ebit I Nielsen em parceria com o Bexs Banco, as vendas feitas online não param de crescer no Brasil, no primeiro semestre de 2021 elas bateram 53,4 bilhões de reais em faturamento.

O resultado demonstra um crescimento de 31% comparado ao mesmo período do ano passado. Pensando nisso, podemos dizer que criar uma loja virtual é uma excelente opção de negócio atualmente e que se feito da forma correta pode gerar ótimos resultados.

Descubra agora um pouco mais sobre como está o crescimento do e-commerce no Brasil e veja porque criar uma loja virtual pode ser uma ótima opção.

 

Fatores responsáveis

Esse crescimento disparado do e-commerce se tornou possível graças a um conjunto de fatores, como por exemplo:

  • A pandemia da nova variante do Covid-19, responsável pela redução nas atividades ou fechamento de várias lojas do comércio físico em diversos lugares do país;
  • Entre os dias 2 e 15 de março foram registrados 6,3 bilhões de reais em faturamento, o que equivale a 85% a mais do que o mesmo período do ano passado, segundo aos dados divulgados pela All iN e Social Miner, em parceria feita com a Lett, Etus, Yapay, Neotrust, Clearsale, Octadesk e Opinion Box. O estudo ainda revela que somente no dia 15 (dia do consumidor) foi registrado 592 milhões de reais em vendas;
  • O aumento de 22% no Ticket Médio, que passou a ser de aproximadamente 534 reais;
  • A alta de 7% no número de pedidos, atingiu a marca de 100 milhões.

Já o número de novos consumidores se manteve estável, se mantendo na casa dos 6,2 milhões, quantia menor do que os 7,3 milhões alcançados no mesmo período do ano passado. Entretanto, esses novos consumidores possuem um ticket médio ligeiramente maior do que a média, aproximadamente 556 reais.

 

Descubra aqui como aumentar as vendas da sua loja virtual na iSET!

 

Segmentação

Boa parte do aumento em vendas feitas de forma virtual, veio de equipamentos e materiais usados em escritório, comunicação e informática. Isso aconteceu justamente pelo aumento no número de pessoas que estão trabalhando em Home Office.

Alguns dos segmentos que se destacaram neste primeiro semestre foram os de Departamento e Esportivo apresentando um crescimento de 37% e 48% no volume de vendas, além do crescimento no número de pedidos de 14% e 27%, respectivamente.

Outros segmentos que apresentaram aumento foram os de Pet Shop, com crescimento de 56% no faturamento e 48% nos pedidos, no setor de alimentação houve alta de 34% e 8%, já no nicho de casa e decoração o aumento foi de 67% nos pedidos e 155% nas vendas.

 

 

E-commerce e a pandemia

Já tem um bom tempo que o comércio eletrônico vem ganhando cada vez mais espaço, isso aconteceu graças a facilidade e a praticidade em poder efetuar uma compra de forma rápida e segura, no conforto da sua casa.

Porém com a disseminação do novo coronavírus e todas as adaptações que foram necessárias para se prevenir a propagação da doença, o e-commerce teve em pouco tempo um aumento significativo no seu crescimento, criar uma loja virtual nunca esteve tão em alta.

O isolamento social foi um dos principais fatores responsáveis por esse crescimento tão rápido do e-commerce, com as pessoas em casa sem poder sair para comprar coisas de uso diário, o comércio virtual virou uma escolha ainda mais atrativa para os usuários.

Além disso, outro motivo muito importante para o crescimento do e-commerce, foi a adaptação do modelo de negócio físico para o digital aderido por muitas empresas, com o intuito de continuar funcionando mesmo com as novas regras de circulação impostas pelo governo.

Muitas marcas que antes não se preocupavam com as vendas feitas online, agora estão optando por usar esse modelo de negócio e criar uma loja virtual. Quem não vendia online passou a vender e quem já vendia aumentou o investimento nos canais.

 

 

Sabia que criar uma loja virtual é muito mais fácil que você imagina?

 

Crescimento por região

A região Sudeste segue se destacando em volume de compras, ela detém 63% de todos os pedidos virtuais do país. Porém as demais regiões também têm tido um crescimento significativo em relação aos anos anteriores.

A região nordeste também tem se destacado por ocupar a segunda posição no número total de vendas feitas online, sendo responsável por 14,6% das vendas feitas entre outubro e dezembro de 2020. A região sul é dona de 14,1% de todos os pedidos feitos no país,

Com isso podemos concluir que as lojas virtuais vem para trazer mais conforto e facilidade na hora da compra, sem a necessidade do cliente desperdiçar seu tempo em filas, entre outras várias vantagens que os consumidores têm utilizando essa modalidade. Para os lojistas fica a oportunidade de criar uma loja virtual e aproveitar ao máximo esse modelo de negócio.

Leia também:

Não se esqueça de inscrever em nosso blog. Toda semana temos vários posts com muitas dicas e novidades para fazer o seu negócio ir a mil! Siga a gente em nossas redes sociais também: Twitter, Facebook, Instagram, LinkedIn e YouTube.

 

5 Erros mais comuns sobre e-commerce e como resolvê-los?- 7 minutos de E-commerce


Comentários

Comentários

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email

Não perca nenhuma novidade!

Inscreva-se em nossa newsletter para receber em seu e-mail as novidades e posts recentes da iSET

Novidades iSET

Nossas redes sociais