fbpx

Aprenda como montar um site de vendas do zero

Já ficou claro que o e-commerce está se destacando como um dos melhores mercados para investimentos futuros, atraindo várias pessoas empreendendo por necessidade ou por oportunidade. Fato é que, muitas vezes o processo de montar um site de vendas pode ser confuso, e também possuir detalhes que fogem do conhecimento de quem se propõem a criar uma loja virtual, o que resulta em surpresas desagradáveis.

 

Para te ajudar a ter um boa experiência, e sem surpresas, durante o seu processo para montar um site de vendas de sucesso, elaboramos um passo a passo para que você aprenda como montar um site de vendas do zero.

1. Elabore seu plano de negócios

Para iniciar um negócio físico é necessário muito estudo e planejamento, e com o site de vendas não seria diferente.

 

Antes de tudo você deve definir de forma bem clara, todas as informações relevantes para a concretização do negócio. Uma boa ferramenta que pode auxiliar neste processo é o Modelo de Negócios Canvas. O correto preenchimento do mesmo garantirá um mapa para as primeiras ações do seu negócio, como por exemplo, definir seu mix de produtos, o público alvo ou a persona, quanto e quais serão os custos.

 

Outro passo importante do planejamento é decidir se será criado um CNPJ para a realização das vendas ou não, tendo em vista que, o registro da loja e as vendas podem ser realizados por pessoas físicas ou jurídicas.

 

EBOOK – Planeje o seu ano da melhor maneira possível com este planner exclusivo.

2. Registre um domínio

O domínio é a identificação do seu site e, muitas vezes, o primeiro contato do cliente com a sua loja, por isso, é importante que seu domínio tenha uma boa indexação, seja de fácil memorização, curto e se possível igual ao nome da sua loja.

 

Os domínios são registrados por diversas empresas, como por exemplo: Registro.br, HostGator e LocaWeb, e possuem custos variados para manter o registro no ar. No momento de realizar o cadastro é informado se a identificação pretendida está disponível ou não.

3. Elabore um planejamento logístico

Este é um dos principais pontos a serem definidos, tendo em vista que, geralmente o frete é o fator decisivo para os clientes optarem entre uma loja e outra. A primeira coisa que deve ser acertada é o seu fornecedor, tem que ser alguém que você tenha confiança que irá entregar um produto de qualidade e que sempre tenha disponibilidade para sua demanda, afinal, uma boa relação com o fornecedor, evita as perdas de vendas por falta de estoque.

 

Saiba 7 cuidados essenciais para você conquistar melhores resultados e uma gestão aprimorada.

 

Posterior a isso, é necessário definir em quais regiões serão efetuadas as entregas e estabelecer as dimensões e peso dos produtos, para saber qual tipo de integração de frete será adequada para a sua necessidade, vale lembrar que, a grosso modo, existem três possibilidades de frete:

 

  • Correios: é uma boa opção para quem ainda não possui um grande volume de vendas, porém, deve-se lembrar que existem restrições quanto ao peso e as dimensões.

 

  • Transportadoras: geralmente, a maioria delas consegue suprir as restrições dos Correios e ainda oferecem um valor mais vantajoso, lembre-se de analisar se atendem todas as áreas em que pretende fazer entrega.

 

  • Gateways de Frete: são empresas que ficam responsáveis por toda a operação logística do seu site de vendas, escolhendo as melhores opções de transporte para o seu negócio.

Além de preço e tempo de entrega, o zelo e o carinho com a embalagem também ganham pontos com o cliente, que ao receber o produto ficará satisfeito ao perceber a atenção depositada no produto e se sentirá motivado a realizar novas compras no seu site de vendas.

4. Escolha as formas de pagamento

É interessante escolher opções de pagamento com as quais o cliente se sentirá seguro em fornecer os dados para a loja, portanto, escolha preferencialmente uma plataforma de pagamento que tenha o checkout transparente, também deve-se atentar se a plataforma de e-commerce oferece o mesmo recurso.

 

Outro ponto a se considerar são as taxas praticadas por cada intermediadora de pagamento, lembrando que cada taxa, encargo e valores de serviços pagos por você podem influenciar também nos preços do seu produto.

5. Escolha um servidor de hospedagem

A escolha de um bom servidor é de extrema importância, já que é ele quem vai garantir que o seu site de vendas esteja disponível para o acesso dos clientes. Além de comparar os custos, deve-se também analisar a capacidade, disponibilidade, usabilidade (interface amigável) e o desempenho perante aos múltiplos acessos.

 

Vale lembrar que algumas plataformas de e-commerce oferecem o serviço de hospedagem, o que simplifica o esclarecimento de dúvidas e a resolução de problemas, tendo em vista que serão dois serviços com uma mesma empresa.

6. Escolha uma plataforma de e-commerce

A plataforma de e-commerce é a alma do seu negócio virtual, portanto, é necessário fazer uma escolha assertiva, considerando, as informações obtidas no plano de negócios e os diferenciais disponíveis no mercado.

 

Ao optar entre uma empresa e outra para desenvolver o site de vendas, além de se basear nos custos, é importante também comparar suas possibilidades de personalização, se possui uma interface amigável, a praticidade de configuração e alterações, se possui um suporte ao cliente que seja atencioso e eficaz, possuir todos os recursos e integrações necessárias para o bom funcionamento do seu site de vendas, se possui capacidade para escalabilidade, ou seja, se consegue acompanhar o crescimento do seu negócio.

 

Powered by Rock Convert

 

Existe no mercado quatro modalidades de plataforma, sendo elas:

 

  • Open Source: possuem o código aberto e, por essa razão, têm maior possibilidade de personalização, tanto da interface, quanto das funcionalidades, possuem o custo de contratação baixo ou até mesmo gratuito, porém, não oferecem hospedagem e se faz necessário o conhecimento em programação ou a contratação de profissionais que ficarão responsáveis pela configuração e manutenção da loja, não possuem suporte e, além de deixarem a loja mais exposta à fraudes, fazendo necessária a contratação de medidas de segurança.

 

  • Plataformas de Entrada: possuem custos acessíveis, em alguns casos também ofertadas de forma gratuita, possibilitam a personalização visual e a configuração inicial de uma forma simples e por esse motivo apresentam um tempo de implantação bem rápido, porém, o suporte e a escalabilidade são limitados, podendo não atender as necessidades conforme o negócio for evoluindo.

 

  • Plataformas Intermediárias: possuem custos médios, e uma grande variedade de recursos e funcionalidades, têm um suporte mais efetivo e em alguns casos consultorias focadas em aumentar o número de conversões e vendas, porém, é necessário possuir algum conhecimento em programação para que todo o potencial da plataforma seja aproveitado, ou então contratar um profissional que possa realizar as tarefas onde seja necessário fazer alterações no código.

 

  • Plataformas Avançadas: além de possuírem uma grande variedade de integrações e recursos, também disponibilizam mais possibilidades para personalização do código e configurações de módulos, portanto, possuir conhecimento em programação, ou responsáveis por tal tarefa, torna-se realmente necessário.

Antes de fazer a contratação da plataforma é interessante entender o momento em que se encontra o seu negócio para auxiliar na escolha, tanto da plataforma, quanto do plano a ser contratado na empresa escolhida. Por exemplo, se o seu negócio ainda está em fase de estruturação não existe a necessidade de opções avançadas ou até mesmo intermediárias.

7. Configure o seu site de vendas

Após contratar a plataforma, é necessário configurar o seu site de vendas. Em relação ao layout, é importante deixar seu site de vendas mais atrativo e prático quanto possível, seu template deve facilitar a navegação dos visitantes e exibir todas as informações pertinentes à compra. Uma loja com layout bem configurado passa mais credibilidade, confiança e profissionalismo aos clientes, por essa razão, é tão importante escolher uma plataforma que ofereça opções de personalização completas e de fácil implementação.

 

Saiba como o design responsivo vai diminuir as taxas de abandono, melhorar a experiência de compra e alavancar os negócios em sua loja virtual. Confira!

 

O processo de ativação dos recursos deve ser feito após uma análise das suas demandas, afinal, nem sempre será necessário o uso de todos os recursos e funcionalidades que a plataforma oferece e, dedicar tempo configurando algo que ficará ocioso, somente fará com que o início das suas vendas seja atrasado. Também reforça a necessidade de suporte e treinamento, sabendo que, com eles, este processo será bem mais rápido e assertivo.

 

Powered by Rock Convert

 

Cadastrar os produtos é uma das etapas mais importantes, afinal de contas, eles são a razão de tudo isso, é interessante escolher fotos que permitem uma boa visualização do produto, de boa qualidade e sem cortes, aliado a isso, é necessário fazer uma completa descrição dos produtos, sem copiar de outros sites, para garantir uma boa indexação nos resultados de busca.

 

As integrações devem ser feitas através dos contratos estabelecidos, como por exemplo, as empresas de frete e forma de pagamento escolhidas, passando então para as modulações que a plataforma permitir, como, regras para frete grátis e condições de desconto.

 

Após acertar todas as configurações do seu site de vendas, você já estará pronto para começar a vender, para isso é necessário apontar a sua DNS, ou seja, a identificação da sua loja, para o seu servidor de hospedagem, porque o mesmo fará a distribuição de seu site de vendas que ficará disponível para os acessos.

 

Depois de ler todos esses passos você já está pronto para montar a sua loja virtual, porém, lembre-se: não adianta investir tempo e dinheiro, desenvolver uma loja linda e completa, se não houver tráfego de visitas, portanto, após finalizado todo o processo de montar o site de vendas do zero, é necessário iniciar o processo de marketing e divulgação, para garantir que as suas visitas e a sua taxa de conversão, aumentem cada vez mais.

 

Powered by Rock Convert

 

Bom, espero que eu tenha conseguido te ajudar nesse processo de montar o seu site de vendas do zero. Deixe nos comentários se este post lhe foi útil!

 

Ah! E não deixe de se inscrever em nossa newsletter e seguir a gente no TwitterInstagramYouTube e no Facebook!

Confira nosso vídeo com um checklist para abrir sua loja virtual!


Comentários

Comentários

Helen Marques
Faço parte do time de vendas da iSET, atuando na área de pré-vendas. Meu objetivo é utilizar meus conhecimentos em Gestão da Qualidade para otimizar os processos.
Post criado 2

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo