Como conseguir ROAS de 168 em campanha para e-commerce

Em campanhas para e-commerce é preciso um cuidado e uma atenção muito grande na fase de aquecimento do pixel. O ideal é que chegue a pelo menos 10.000 a 15.000 eventos, mas principalmente que sejam eventos de boca de funil, como AddToCart, InitiateCheckout e Purchase.

 

Não adianta muito se for 10.000 eventos e poucos eventos desse tipo que são mais afunilados e mais próximo ao objetivo final que é a compra.

Funil de objetivos de tráfego pago

Tanto o funil do Pixel como a estrutura de Objetivos de Campanha do Facebook já dão um norte muito bom de como estruturar a campanha. Aliás, esse é um detalhe que muitos não se atentam, geralmente a Central de Ajuda dos canais de anúncio já explicam detalhes como dinâmica dos algoritmo dos formatos, boas práticas e uma série de detalhes. Vale a pena dar uma lida uma vez ou outra e acompanhar as novidades.

 

Aprenda a definir objetivos claros para alcançar suas metas de maneira eficiente.

 

No funil do Pixel, avaliando os eventos principais mais de topo; temos PageView e ViewContent, em direção a boca do funil, localizados no meio, temos AddToCart e InitiateCheckout e finalmente Purchase que é a compra na boca do funil.

 

Já nas etapas deObjetivo a Nível de Campanhas, temos em primeiro lugar o Reconhecimento com objetivo de Alcance principalmente onde a marca do negócio chega a um grande número de pessoas. Essencial começar uma campanha de Tráfego para e-commerce com esse objetivo.

 

Caminhando para a etapa 2, temos a consideração de marca onde entram os principais objetivos como Visualização de Vídeo, Engajamento com a Publicação e Tráfego. Ou seja, nesse momento estou com 4 Campanhas em paralelo:

 

  1. Alcance;
  2. Tráfego;
  3. Engajamento com a Publicação;
  4. Visualização de Vídeo.

 

Dos objetivos de campanha da Etapa 2, consigo criar alguns públicos personalizados mais quentes que são pessoas que engajaram com o conteúdo, visualizaram de 50% a 95% dos vídeos ou que visitaram a loja ou alguns produtos.

Hierarquia de Públicos para Campanhas de Tráfego Pago

É muito importante organizar em ordem de importância as segmentações principais e fazer as exclusões, nessa campanha que consegui ROAS absurdos tive a seguinte estrutura:



00 – Lista de Compradores
01 – PageView 30 Dias
02 – Engajados Instagram 30 Dias
03 – Video View 50%, 75% e 95% 30 dias

 

Importante ir excluindo na medida que entra o público novo. Exemplo:

 

01 – PageView, 30 Dias – 00 – Lista de Compradores
02 – Engajados Instagram, 30 Dias – 01 – PageView, 30 Dias – 00 – Lista de Compradores

 

E por ai vai!

 

Seja uma agência parceira da iSET e receba benefícios exclusivos!

 

O ponto forte da campanha têm sido o catálogo de produtos onde consigo segmentar quem adicionou ao carrinho e não comprou.

 

Mas fiquem atentos, Tráfego Pago não faz milagre; esse foi um resultado conquistado por uma equipe de 6 a 10 pessoas. Cada uma fazendo seu melhor tanto no Inbound Marrketing gerando consistência e atualização diária nos canais da Loja. Isso ajuda muito na Etapa 01 que é o reconhecimento da Marca e o aquecimento do Target para chegar nas fases próximas a compra mais preparado para as ofertas.

 

Na Gestão de Tráfego é essencial o alinhamento com a equipe da loja: designer, redator e CEO. Com esse quarteto alinhado a coisa anda.

Jornada do cliente no Tráfego Pago

O importante é a equipe estar consciente de seguir cada etapa independente dos resultados. Uma loja online nova por exemplo pode demorar um tempo até engrenar e começarem as vendas. Ela precisa ir comprando dados do Facebook para ir aquecendo seu pixel e gerando dados de inteligência comportamental dos visitantes da Loja.

 

Por isso é essencial esse alinhamento de curadoria de conteúdo e pautas na etapa 01 com foco em vídeos de 1 minutos dos produtos, um formato de vídeo que funciona muito é o(a) CEO da empresa contando um pouco da história da marca em um vídeo de 2 a 3 minutos. Em paralelo o ideal é ir engajando o público com Stories, caixa de perguntas e algumas interações ao longo do dia.

 

Você sabe exatamente o que é marketing digital, como ele funciona e quais os seus benefícios para seu e-commerce? Leia nosso post para aprender tudo sobre o assunto

 

Vale lembrar que na jornada do cliente; caso ele passe pelas 3 etapas; público frio, público quente e público super quente. Ele precisa ser impactado por 3 criativos diferentes; cada um com um copy e imagem. Funciona muito o cupom para quem adicionou no carrinho e não comprou.

 

Gosto muito dos formatos de validação de público onde subo uma campanha com 4 públicos e o mesmo criativo, tradicional 1-4-1, dessa forma identifico qual o melhor público. Logo após a validação do público, entro com formato 1-1-4, onde testo o melhor criativo. Aqui seria o público campeão com 4 criativos.

 

Precisa um cuidado enorme para escalar verticalmente, sugiro aumentar a verba 15% por exemplo semanalmente. Isso pode acabar com seu ROAS, o sistema do Facebook é super sensível. Precisa aumentar aos poucos e na escala horizontal costumo entrar com novos públicos ou novos criativos sempre. Atenção especial aos famosos gatilhos mentais conforme a etapa da Jornada do Cliente.

 

Essa Campanha está com média de 11 no ROAS ( Retorno de Investimento em Publicidade), mas atingimos picos de ROAS de 168 em alguns dias e nesse artigo dei algumas dicas de como cheguei lá! Vale lembrar que essa loja têm um volume considerável de eventos no Pixel e têm de 4 a 5 anos publicada!

 

Bons Negócios online!

 

Não se esqueça de inscrever em nosso blog. Toda semana temos vários posts com muitas dicas e novidades para fazer o seu negócio ir a mil! Siga a gente em nossas redes sociais também: Twitter, Facebook, Instagram, LinkedIne YouTube.


Comentários

Comentários

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email

Não perca nenhuma novidade!

Inscreva-se em nossa newsletter para receber em seu e-mail as novidades e posts recentes da iSET

Novidades iSET

Nossas redes sociais