Boas práticas para evitar o SPAM no e-mail marketing

Pesquisas apontam que entre 40 e 60% de todos os emails enviados são mensagens de SPAM. Entre golpes, propagandas, vírus e correntes, estas mensagens indesejadas são uma carga significativa nos servidores e dão anualmente milhões de dólares de prejuízo em tempo de trabalho e energia desperdiçados.

 

Não é de se estranhar que hajam então tantas empresas dedicadas a combater o SPAM. Todos os dias novas técnicas e filtros são desenvolvidos, na tentativa de filtrar as mensagens que realmente importam das porcarias que não queremos em nossas caixas de entrada.

 

O problema é que nenhuma destas tecnologias é perfeita. E-mails de newsletters, promoções e notícias podem ser confundidos com e-mail de SPAM e bloqueados pelos servidores, impedindo que cheguem aos usuários. Isto pode estar acontecendo agora com as suas campanhas!

 

Por isto, listamos hoje algumas boas práticas para evitar este problema e garantir que todos os seus consumidores recebam sua comunicação sem problemas. Acompanhe!

Saiba quais palavras evitar

Algumas expressões são recorrentes de mensagens de SPAM. Evite-as, sobretudo nos campos “De” e “assunto”. Algumas delas:

  • clique aqui;

  • grátis;

  • curso;

  • de/para sua empresa;

  • compre;

  • promoção;

  • ganhe.

Cuidados com as imagens

Nunca utilize apenas uma grande imagem no corpo do e-mail, como se estivesse enviando um flyer virtual. Além de aumentar suas chances de ser marcado como SPAM, isto complica a leitura para usuários que bloqueiam o download automático de imagens, principalmente em smartphones e tablets. Dê preferência ao uso de texto e sempre preencha o atributo alt da tag <img> com uma descrição útil.

Certifique-se que o seu endereço pertence ao domínio da sua loja

O seu remetente deve ser algo como [email protected]. Perceba que [email protected] não é a mesma coisa! É necessário que o domínio (a parte que vem depois do @) seja consistente, não o usuário.

O uso de um endereço externo por qualquer motivo é vetado pelo CAPEM – o Código de Autorregulação para a Prática do Email Marketing – e praticamente garante que o e-mail será marcado como SPAM.

Não envie emails sem autorização

Comprar bases de e-mail pode parecer tentador, mas é uma péssima idéia. Só envie emails para quem deu autorização, através de um opt-in ou cadastro. Se estiver com dúvidas sobre a sua base de e-mails, envie uma mensagem pedindo que quem quiser continuar a receber sua newsletter clique em um botão, por exemplo.

A melhor prática é usar o duplo opt-in. Isto é: ao se cadastrar na sua lista, o usuário receberá um link para a confirmação do seu cadastro. Desta forma, você evita que emails falsos sejam cadastrados.

Neste post, conheça mais sobre o e-mail marketing e como ele pode mudar a visão dos seus clientes em relação ao seu negócio!

Ofereça opt-out em toda mensagem

Opt-out é o nome do “descadastro”. É a função que o usuário aciona quando quer ser removido de determinada lista.

Ninguém quer perder usuários, mas nem por isso é aceitável complicar a vida de quem não quiser mais receber suas mensagens. Deve existir um botão que faça o opt-out automaticamente em todos os emails enviados! Uma boa sugestão é pedir, no opt-out que o usuário marque o motivo que o fez desistir. Desta forma, você pode identificar qual o ponto fraco do seu e-mail marketing e aperfeiçoá-lo.

Confira seus links

Além de serem uma experiência frustrante para quem recebe a newsletter, um link quebrado – seja por um erro de digitação ou pelo site estar fora do ar – é um forte indicador de SPAM.

Por melhor que seja a sua campanha, ela não vai ter efeito nenhum se for confundida com mensagens de SPAM. Por isso mantenha sempre sua base de usuários limpa, componha seus e-mails com cuidado e boas campanhas!

 

Você Sabia? O iMarketing possui um medidor que permite mensurar o índice de SPAM do código HTML do sua campanha. Este recurso avalia as chances de 0 (zero) a 5 (cinco), sendo que zero a chance é miníma e cinco tem grande chance de entrar na caixa de SPAM.

 

Além disso, siga a gente em nossas redes sociais: Twitter, Facebook, Instagram e YouTube. Também possuímos várias dicas incríveis lá!


Comentários

Comentários

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on email

Não perca nenhuma novidade!

Inscreva-se em nossa newsletter para receber em seu e-mail as novidades e posts recentes da iSET

Novidades iSET

Nossas redes sociais